Inter de Lages bate Blumenau e fica com título da Divisão de Acesso - Esportes - Santa

Vers?o mobile

 

É campeão!01/12/2013 | 19h53

Inter de Lages bate Blumenau e fica com título da Divisão de Acesso

Time do planalto venceu o tricolor por 3 a 1 no tempo normal e conquistou a taça com o empate sem gols na prorrogação, por ter terminado com a melhor campanha na fase de classificação

Inter de Lages bate Blumenau e fica com título da Divisão de Acesso Nilton Wolff,O Goleador/Divulgação
Jogo foi pegado, com muitos lances duros Foto: Nilton Wolff,O Goleador / Divulgação

Blumenau e Internacional de Lages fizeram um jogo épico neste domingo, no planalto serrano, na decisão da Divisão de Acesso do Estadual de futebol, a Terceirona catarinense.

O destaque do jogo foi a expulsão do goleiro Nei, do Blumenau, no final do primeiro tempo, que forçou o tricolor a improvisar um jogador da linha para defender o gol. Isso porque o time blumenauense não tinha um goleiro no banco de reservas.

Com isso, o Inter de Lages tirou vantagem e ficou com o título ao vencer a partida no tempo normal por 3 a 1 e empatando sem gols na prorrogação.

 

O jogo

 

No tempo normal, os donos da casa levaram a melhor, vencendo por 3 a 1. Mas saíram atrás. Logo no início do jogo, o tricolor saiu na frente, com gol do zagueiro Lucas Pivato.

Atrás no placar, o Inter se jogou ao ataque, já que precisava da vitória para forçar o tempo extra. Apesar da pressão, não conseguiu marcar no primeiro tempo.

Uma confusão nos minutos finais marcou a primeira etapa. Já nos acréscimos, o zagueiro Erlon, do Inter, e o goleiro Nei, do Blumenau, se estranharam e o árbitro Célio Amorim expulsou os dois.

Como não tinha goleiro no banco de reservas, o técnico blumenauense Rodrigo Cascca teve de improvisar. O atacante Negreiros, artilheiro da equipe na competição, vestiu a camisa do goleiro e foi defender a meta da equipe tricolor.

Na etapa complementar, os donos da casa aproveitaram o fato de o adversário estar com um arqueiro improvisado e buscaram a vitória. Aos 21, Breno empatou. E logo após, aos 30, Gustavo virou o placar. Já nos acréscimos o Colorado marcou o terceiro, com Brasão, levando a partida para a prorrogação.

No decorrer da partida, Cascca mexeu nos goleiros, colocando o zagueiro Lucas Campestrini e mais tarde o atacante Marcos para defender a meta tricolor.

Dono da melhor campanha na fase de classificação, o time de Lages tinha a vantagem do empate no tempo extra. E jogou com o regulamento debaixo do braço, oferecendo pouco perigo à meta blumenauense.

Precisando vencer, o Blumenau buscou o gol. Chegou a marcar, aos 8 minutos do 1º tempo na prorrogação com o atacante Negreiros, mas a arbitragem anulou marcando impedimento.

A sequência do jogo foi marcada pelo nervosismo, com poucos lances de perigo e muita confusão. Houve invasão de campo, agressão a alguns jogadores e ao trio de arbitragem.

Com o empate sem gols, o título da Terceirona e a vaga na Divisão Especial em 2014 ficou com o time de Lages.

JORNAL DE SANTA CATARINA

 
Jornal de Santa Catarina
Busca