Publicitária de Blumenau fala sobre as semelhanças e diferenças entre Brasil e México - Esportes - Santa

Vers?o mobile

 

Na casa deles17/06/2014 | 07h02

Publicitária de Blumenau fala sobre as semelhanças e diferenças entre Brasil e México

Gislane Bastos Pereira está na Cidade do México há três semanas

Publicitária de Blumenau fala sobre as semelhanças e diferenças entre Brasil e México Gislaine Pereira/Especial
Gislaine Bastos Pereira leciona português no México Foto: Gislaine Pereira / Especial
Gislaine Bastos Pereira, especial

esporte@santa.com.br

Cheguei à Cidade do México há quase três semanas para lecionar português para alunos do curso de verão na Universidad Panamericana. A viagem faz parte de um programa da Aiesec Blumenau, organização que promove intercâmbio cultural.

No pouco tempo em que estou no país, pude perceber algumas diferenças culturais em relação ao Brasil. A principal diz respeito às classes econômicas da população: aqui ou a pessoa é pobre ou é classe média alta, ou é empregado ou padrão. De resto é tudo muito parecido. Há os mesmos problemas com corrupção, educação e saúde pública. O que supera o nosso país é o transporte público. Metrô, metrobus, trem e ônibus elétrico são as melhores opções daqui.

Também somos semelhantes em aspectos como gastronomia, arquitetura, dança e música. O México é um país muito alegre e colorido, com uma biodiversidade de flores e plantas incrível. E os mexicanos, assim como nós, são um povo acolhedor e amigável. Também são muito apaixonados por futebol, talvez não tanto quanto os brasileiros. A maioria acredita que o forte do país são as Olimpíadas e não a Copa do Mundo.

Perguntei aos mexicanos qual a expectativa para o jogo Brasil x México, que será disputado nesta terça-feira, e eles disseram que desejam vencer, mas acreditam que o Brasil é melhor no futebol. Uns falam que vai dar empate, outros que o Brasil vai ganhar. Mas independentemente do placar, todos torcem para que os dois times passem de fase.

Como estou há pouco tempo aqui, conheci poucos lugares. Um deles foi o Estádio Azteca, tão importante para os mexicanos como o Maracanã para os brasileiros, onde assisti ao jogo do Boca Juniors x River Plate. Nunca tinha ido ver um jogo num estádio como esse, o máximo que vi foram os jogos do Metropolitano no Sesi. Visitei também a Basílica de Guadalupe, o Castelo de Chapultepec, o Museu Soumaya, o monumento Angel de Independência e o bairro Coyoacán.

HISTÓRIA E GEOGRAFIA

Oficialmente conhecido como os Estados Unidos Mexicanos, é uma república federal localizada geograficamente na América do Norte e geopoliticamente na América Latina. Tem 31 estados e um Distrito Federal. O idioma da maioria da população é o espanhol, mas alguns falam dialetos e línguas indígenas, pois antes dos espanhóis colonizarem o país aqui viviam antigas civilizações como maias, astecas e toltecas. Cidade do México é o Distrito Federal e capital do país.

Foi fundada pelos astecas, no centro do Vale do México, em 1325. Em 1521, os astecas foram derrotados pelo império espanhol e então a cidade se tornou a capital do Vice-Reino da Nova Espanha. No ano de 1823, ocorreu a proclamação da Primeira República Federal e logo depois, em 18 de novembro de 1824, a Independência. O México é o 14º maior país em superfície (1.964.375 quilômetros quadrados) e o 11º em população (cerca de 117 milhões de habitantes).

TURISMO

O México tem 31 lugares culturais e naturais classificados pela Unesco como Patrimônio da Humanidade. Entre eles está o sítio arqueológico maia Chichén-Itzá, em Yucatán, que é considerado uma das sete maravilhas do mundo moderno. Na Cidade do México há outros como a Basílica de Guadalupe, o Castelo de Chapultepec, o Centro Histórico, o Museu Soumaya, o Palácio de Belas Artes e o monumento Angel de Independência.

CULTURA

Entre os aspetos culturais mais relevantes e antigos encontram-se a pintura, a gastronomia, a arquitetura e a música. A canção ranchera, ao lado do chamado "son" e da música mariachi, acabou por formar a música tradicional mexicana. A gastronomia mexicana foi reconhecida como Patrimônio Imaterial da Humanidade pela Unesco. As bebidas, como o pulque, a tequila ou o mezcal, também são muito características do país.

* Gislaine Bastos Pereira tem 26 anos, é publicitária e produtora audiovisual, e natural de Blumenau

JORNAL DE SANTA CATARINA

 
Jornal de Santa Catarina
Busca