Chapecoense de olho: G-4 da Série A vira G-5 com nova Libertadores - Esportes - Santa

Caminho internacional turbinadoreal29/09/2016 | 14h09Atualizada em 29/09/2016 | 14h09

Chapecoense de olho: G-4 da Série A vira G-5 com nova Libertadores

CBF explica que não haverá convite, o que abre vaga com aumento na competição na principal competição sul-americana

Motivada pelas mudanças promovidas pela Conmebol na Libertadores e na Copa Sul-Americana, o diretor de competições da CBF, Manoel Flores, explicou quais serão os passos para os ajustes do calendário nacional a partir de 2017.

A notícia pode ser um estímulo a mais para a Chapecoense na tabela de classificação (confira).

O Verdão do Oeste tem 38 pontos e está a apenas cinco pontos do Fluminense, o quinto colocado.

No embalo de Danilo, Chapecoense vai bem na  Sul-Americana e agora vê horizonte mais perto em relação à Libertadores Foto: Sirli Freitas / Especial

A primeira garantia da CBF é de que os ajustes vão acabar com os conflitos entre as competições, especialmente a Copa do Brasil e a Sul-Americana. 

Outro ponto importante é que o Brasil está disputando uma das novas vagas na Libertadores - dos 38 participantes, a competição passará a ter 42. Assim, o G4 do Brasileirão pode virar G5.

- Sobre as vagas, a Conmebol frisou que não há possibilidade de convite. No Brasil, naturalmente viraria G5 no Brasileiro - disse Manoel.

A CBF ainda aguarda definições sobre a Libertadores que serão feitas em Bogotá, domingo, em uma reunião de dirigentes da Conmebol - entre elas a distribuição das vagas -, para soltar logo depois o calendário revisado do Brasil para 2017.

Uma das deliberações é sobre a confirmação da final em jogo único na Liberta, ideia que encontra resistência, mas é defendida pelo presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez. Se aprovada, a final única ocorreria no último sábado de novembro.

A Copa do Brasil sofrerá impactos naturalmente.

- A expectativa é encurtar a Copa do Brasil. Não em datas, mas em tempo. Isso faz parte do processo de negociação - avisa Manoel.

Ou seja, a CBF pretende manter as sete fases, com os times jogando no máximo 14 datas. Mas ajustes ainda são "escondidos" pela CBF para que isso seja divulgado só após a Conmebol bater martelo sobre os temas.

O número de datas dos Estaduais será o mesmo. A CBF espera manter também as datas para os regionais. Jogar mais partidas para o primeiro semestre será a alternativa. A própria Copa do Brasil deve terminar mais cedo e também acabando antes, não ficando com a final em novembro.

 
 

Siga SantaEsporte no Twitter

  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteChapecó prepara velório coletivo de vítimas de acidente aéreo https://t.co/5LYHJ9eHmW #LeiaNoSantahá 5 diasRetweet
  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteIdentificação das vítimas da queda do avião será por meio de impressões digitais https://t.co/eqQU3nPA5l #LeiaNoSantahá 5 diasRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros