Conheça alguns destaques de SC que estarão nos Jogos Paralímpicos - Esportes - Santa

Rio 201606/09/2016 | 07h06Atualizada em 06/09/2016 | 11h28

Conheça alguns destaques de SC que estarão nos Jogos Paralímpicos

Conheça alguns destaques de SC que estarão nos Jogos Paralímpicos Márcio Rodrigues/ CPB/Divulgação
Lucas Prado, que escolheu Joinville para morar, é uma das apostas do atletismo Foto: Márcio Rodrigues/ CPB / Divulgação

A partir de amanhã, exemplos de superação vão contagiar o mundo todo e lembrar que nada é impossível aos que acreditam e se determinam para conquistar os sonhos. O Rio de Janeiro recebe a Paralimpíada e Santa Catarina estará muito bem representada por 14 atletas, sendo dez homens e quatro mulheres, com belos exemplos de vida e reais chances de conquistar lugares no pódio.

Leia mais sobre as Paralimpíadas

Sejam atletas nascidos no Estado ou que escolherem SC para se preparar, as chances de medalhas são grandes em diversas modalidades. Uma das promessas é Lucas Prado, natural de Rondonópolis (MT). Ele perdeu 90% da visão em 2003, quando trabalhava em um banco, devido a um deslocamento da retina por conta de uma doença chamada de coreoretinite. Lucas mora em Joinville e é um dos ícones do atletismo brasileiro, já tendo sido campeão paralímpico e mundial.

Tocha paralímpica passa por Joinville nesta segunda-feira

– Estou muito confiante, a minha expectativa é das melhores para os jogos no Rio. Vou para a minha terceira Paralimpíada e sigo com objetivo forte de conquistar medalhas, me dediquei muito para isso – destaca Lucas, que vai participar dos 100m, 200m e 400m, todas na categoria T11.

Bruna quer lutar por uma medalha na Paralimpíada do Rio Foto: Márcio Rodrigues / Divulgação

No tênis de mesa, as esperanças estão com Bruna Costa Alexandre, de Criciúma, e Danielle Rauen, de São Bento do Sul. Bruna é a terceira colocada no ranking mundial da classe 10 e já tem uma participação nos Jogos Paralímpicos de Londres. Ela teve que amputar o braço direito com apenas três meses de idade devido a um coágulo de vaso sanguíneo, em consequência a uma vacina. Isso nunca foi dificuldade para a menina, que tem importantes títulos no currículo, como o bronze no Mundial em 2014, na classe 10, e a medalha de ouro no Aberto da Eslováquia neste ano.

Danielle Rauen, de São Bento do Sul, é uma das apostas do tênis de mesa Foto: Fernando Maia / Divulgação

A mesatenista Danielle Rauen é a oitava no ranking mundial da classe 9. Ela vive uma verdadeira corrida contra o tempo e encontrou no tênis de mesa a força para enfrentar a artrite reumatoide juvenil, uma atrofia muscular que degenera as articulações. Danielle foi campeã dos jogos Parapan-Americanos em Toronto, em 2015, e acumula cinco medalhas nos Abertos da Eslováquia e Eslovênia, em 2015 e 2016.

No tênis a expectativa de medalha é com Ymanitu Silva, de Tijucas. Many, como é conhecido, sofreu um acidente de carro em 2007 e teve uma lesão na coluna cervical. Ele praticou o esporte dos 10 aos 20 anos e se reencontrou com o tênis após o acidente.

– A partir do momento em que eu sentei na cadeira de rodas e tive a oportunidade de jogar de novo, foi como viver um sonho de criança, que era praticar um esporte de alto rendimento – conta Many, em entrevista ao repórter Leandro Lessa, da Rádio CBN Diário.

A preparação para a Paralimpíada do Rio contou com muito treino, alguns inclusive com Larri Passos, técnico de Guga Kuerten no tri de Roland Garros.

Confira quem representará Santa Catarina na Paralimpíada

Atletismo
Flavio Reitz, de Itajaí
Lucas Prado, de Joinville
Sheila Finder, de Joinville

Vôlei sentado
Carlos Glemboski, de Caçador

Ciclismo
Soelito Gohr, de Brusque

Natação
Matheus de Souza, de Brusque
Talisson Henrique Glock, de Joinville

Tênis em cadeira de rodas
Ymanitu da Silva, de Tijucas

Rugby em cadeira de rodas
José Raul Guenther, de Palhoça
Rafael Hoffmann, de São José

Remo
Josiane Dias de Lima, de Florianópolis

Tênis de mesa
Bruna Costa Alexandre, de Criciúma
Danielle Rauen, de São Bento do Sul

Vôlei sentado
Carlos Glemboski, de Caçador

Basquete em cadeira de rodas
Paulo Roberto Dauinheimer, de Balneário Camboriú

 

Siga SantaEsporte no Twitter

  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteRodrigo Faraco: saíde de Sérgio Corrêa não deve mudar muita coisa na arbitragem brasileira https://t.co/o0YmgGOzTp #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteJosé Aldo fala em aposentadoria e desce a lenha sobre tratamento do UFC https://t.co/Hy1q5xnJlR #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros