Em bom jogo, Chapecoense segura o Independiente na Argentina - Esportes - Santa

Copa Sul-Americana21/09/2016 | 21h07Atualizada em 21/09/2016 | 21h07

Em bom jogo, Chapecoense segura o Independiente na Argentina

Verdão do Oeste empatou por 0 a 0 com o time argentino

Em bom jogo, Chapecoense segura o Independiente na Argentina JUAN MABROMATA/AFP
Foto: JUAN MABROMATA / AFP
darci debona

A Chapecoense não se intimidou com a torcida argentina no estádio Libertadores de América e segurou um empate sem gols contra o Independiente, heptacampeão da Libertadores. Agora o Verdão joga por uma vitória simples no jogo de volta, na próxima quarta-feira, na Arena Condá, para chegar nas quartas-de-final da Copa Sul-Americana.

Veja como foi o jogo no nosso lance a lance
Chapecoense é punida por incidentes em jogo com o Palmeiras
Outras notícias da Chapecoense
Confira a tabela da Série A

Com a experiência de quem já tinha enfrentado o River Plate no país vizinho, no ano passado, a Chapecoense soube se postar como time grande em solo argentino.

Mesmo com a pressão da torcida adversária, que canta o tempo inteiro, a Chapecoense teve um bom desempenho no primeiro tempo, evitando pressão do Independiente e ainda chegando ao ataque.

O Independiente tentou partir para cima e conseguiu um escanteio no primeiro minuto. Mas a Chapecoense conseguiu segurar o ímpeto dos ¿rojos¿. Além de marcar bem o time catarinense teve uma boa chance no cruzamento de Cleber Santana, que Willian Thiego cabeceou para fora.

Na sequência Thiego tentou cortar um cruzamento adversário e quase marcou contra. Danilo teve apenas trabalho num chute de Benitez e em cobrança de escanteio. A Chapecoense teve ainda outra boa chance em cobrança de falta de Cleber Santana, mas a bola foi para fora.

No segundo tempo o Independiente pressionou mais, inicialmente com chutes de Benitez e Barco, que foram para fora.

Depois foi a vez de Meza entrar livre na área e errar o alvo. Minutos depois, quando acertou o gol, Danilo fez grande defesa.

Na etapa final a Chapecoense chegou pouco ao ataque. A melhor chance foi um chute de fora da área de Josimar, que desviou na zaga e quase entrou.

O Independiente rondou a área do Verdão mas não conseguiu o gol que daria vantagem ao Rei de Copas. E a Chapecoense comemorou o resultado que dá chance de eliminar um dos gigantes da América e inscrever seu nome na história do futebol internacional.

FICHA TÉCNICA

INDEPENDIENTE (0)

Campaña, Martinez, Figal, Cuesta e Tagliafico; Diego Rodriguez, Ortiz (Barco), Cristian Rodriguez (Sanchez Miño); Benitez (Meza) e Rigoni; Vera

Técnico: Gabriel Milito

CHAPECOENSE (0)

Danilo, Gimenez (Sérgio Manoel), Willian Thiego, Filipe Machado e Dener; Josimar, Matheus Biteco e Cleber Santana; Lourency (Lucas Gomes), Kempes (Bruno Rangel) e Tiaguinho

Técnico: Caio Jr

Arbitragem: Carlos Orbe Ruiz, auxiliado por Byron Romero e Christian Lescano (trio do Equador)
Cartões amarelos: Figal, Cuesta (I); Lourency e Josimar (C)
Local: Estádio Libertadores de América, em Avellaneda (Argentina)

 

Siga SantaEsporte no Twitter

  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteRoberto Alves: "Vitória na medida e para o Avaí pensar em algo a mais" https://t.co/3vWouw6HmR #LeiaNoSantahá 3 horas Retweet
  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteCom gol marcado na vitória do Avaí, Marquinhos está perto de se tornar o maior artilheiro da Ressacada https://t.co/6L13iM1jwx #LeiaNoSantahá 4 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros