JEC tem dois jogadores expulsos e perde para o Londrina no Estádio do Café - Esportes - Santa

Futebol03/09/2016 | 20h53

JEC tem dois jogadores expulsos e perde para o Londrina no Estádio do Café

Resultado coloca o Tricolor na 19ª colocação da Série B, ainda cinco pontos distante do 16º

JEC tem dois jogadores expulsos e perde para o Londrina no Estádio do Café Marco Zanutto/Folha de Londrina
Tricolor perdeu dois jogadores expulsos neste sábado Foto: Marco Zanutto / Folha de Londrina

O Joinville sofreu a 11ª derrota no Campeonato Brasileiro da Série B. Na tarde/noite deste sábado, o Tricolor caiu diante do Londrina, no Estádio do Café, em Londrina, por 1 a 0. Zé Rafael, aos seis minutos do segundo tempo, marcou o único gol do jogo.

O duelo foi marcado por três expulsões do lado tricolor. No primeiro tempo, Fabiano Eller recebeu o cartão vermelho aos 40 minutos do primeiro tempo. Cinco minutos depois, foi a vez do técnico Lisca ser expulso.

Na segunda etapa, o JEC ainda perdeu Everton Silva, que recebeu o cartão vermelho três minutos após entrar em campo, aos 37 da etapa final.

Leia mais notícias sobre o JEC

Com os resultados, o Joinville caiu para a 19ª posição, com 22 pontos e se mantém cinco pontos atrás do 16º colocado, o Goiás, que soma 27.

Na próxima rodada, o JEC receberá o Tupi-MG, em confronto direto na zona do rebaixamento. A partida ocorrerá na próxima sexta-feira, às 19h15, na Arena.

O jogo

No primeiro tempo, o Joinville até produzia, normalmente em retomadas rápidas de bola no meio, mas ao chegar o ataque o Tricolor não conseguia acertar o passe final. O Londrina também demonstrava dificuldades para criar. Apenas aos 23 minutos, as oportunidades começaram a aparecer.

Os donos da casa assustaram em dois lances seguidos. Zé Rafael invadiu a área pela ponta direita, chutou no canto esquerdo de Samuel e o goleiro quase se complicou. Na cobrança do escanteio de Rondinelly, Keirrison cabeceou na primeira trave e Samuel evitou o primeiro gol.

Aos 35 minutos, o Londrina chegou em nova jogada pela direita. Após cruzamento de Marcus Vinicius, Keirrison cabeceou com perigo e Samuel fez boa fase. No lance seguinte, o JEC respondeu em contra-ataque rápido. Bruno Ribeiro serviu Naldo, que isolou a bola.

O panorama do jogo mudou completamente aos 40 minutos. Após passe pelo meio de Fillipe Souto, Zé Rafael desviou e colocou Keirrison em condição de ficar cara a cara com Samuel. Fabiano Eller não alcançou o camisa 99 do Londrina e o segurou. O árbitro André Luiz de Freitas Castro não teve dúvida e expulsou o zagueiro tricolor.

Aos 45, mesmo com um homem a menos, o JEC quase abriu o placar. Giva recebeu em condição legal e caminhava para o gol. O assistente Leone Carvalho Rocha, no entanto, marcou impedimento de maneira incorreta. Revoltado, o técnico Lisca reclamou e acabou expulso pelo árbitro do jogo.

Sem técnico e com um jogador a menos, o JEC sentiu o golpe na volta do intervalo. Aos quatro minutos, Zé Rafael cobrou falta da intermediária e quase marcou. Logo depois, ele mesmo fez boa jogada individual pela ponta esquerda e, na tentativa de passe, contou com a ajuda de Naldo, driblou Jaime e bateu no canto esquerdo de Samuel, sem chance para o goleiro.

Após o gol, o Londrina continuou melhor e teve algumas oportunidades com Zé Rafael e Keirrison. O Joinville buscou nas substituições a reação. Depois de tirar Giva para a entrada do zagueiro Jaime, no intervalo do confronto, o auxiliar Ademir Fesan lançou o meia Thomás na vaga de Bertotto e, mais tarde, Everton Silva no lugar de Bruno Farias.

A trocas, no entanto, não surtiram o efeito esperado. Pior: três minutos após ter entrado, Everton Silva acabou expulso num lance em que o árbitro entendeu que o lateral agrediu o volante França.

Mesmo com dois homens a menos, o Joinville se lançou ao ataque e quase empatou. Primeiro, em bola na área aos 45 minutos, Bruno Ribeiro recebeu, girou, bateu na primeira para a defesa de Marcelo Rangel e, no rebote, acertou o travessão.

Logo depois, em outra bola na área, Naldo finalizou de primeira e Marcelo Rangel fez linda defesa. No lance, no entanto, o auxiliar Marcos Soares Maciel assinou impedimento de maneira incorreta — Naldo estava em condição legal.

Sem sucesso nas finalizações, o JEC continuou lutando, mas acabou derrotado no Estádio do Café.

A NOTÍCIA

 

Siga SantaEsporte no Twitter

  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteRoberto Alves: "Vitória na medida e para o Avaí pensar em algo a mais" https://t.co/3vWouw6HmR #LeiaNoSantahá 6 minutosRetweet
  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteCom gol marcado na vitória do Avaí, Marquinhos está perto de se tornar o maior artilheiro da Ressacada https://t.co/6L13iM1jwx #LeiaNoSantahá 26 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros