Jovane Guissone perde nas quartas e fica sem medalha na espada - Esportes - Santa

Por pouco13/09/2016 | 13h23Atualizada em 13/09/2016 | 13h27

Jovane Guissone perde nas quartas e fica sem medalha na espada

Atleta de 33 anos, que treina no União, ainda compete no florete

Jovane Guissone perde nas quartas e fica sem medalha na espada - / CPB/Divulgação/CPB/Divulgação
Foto: - / CPB/Divulgação / CPB/Divulgação
Cristiel Gasparetto- enviado especial ao Rio
Cristiel Gasparetto- enviado especial ao Rio

cristiel.gasparetto@diariogaucho.com.br

Único brasileiro campeão paraolímpico de esgrima, Jovane Guissone, 33 anos, entrou nas pistas da Arena Carioca 2 para defender o seu título, conquistado em Londres 2012. O gaúcho nascido em Barros Cassal até foi bem na fase classificatória e venceu três dos quatro combates. Porém, nas quartas de final, perdeu para o ucraniano Oleg Naumenko por 15 a 12.

Com a derrota, Jovane ficou sem chances de conquistar medalha na categoria B da espada, na qual foi ouro na Paraolimpíada anterior. Nesta quarta, ele ainda compete no florete.

Leia mais:

Brasil vence Alemanha e termina invicto na primeira fase do golbol
Com recorde paraolímpico, Brasil conquista o ouro nos 4x100m T11-13
Brasil vence Países Baixos e fecha a fase de grupos invicto no voleibol sentado

— Estou saindo feliz. Lutei para chegar até as quartas, fiz o meu melhor, mas o ucraniano foi superior. Estou tranquilo, de cabeça erguida — destacou o gaúcho, que mora em Esteio.

Em Londres 2012, o atleta que treina no Grêmio Náutico União (GNU) não estava entre os favoritos e acabou subindo no lugar mais alto do pódio. É isso o que ele espera nesta quarta-feira, nas disputas do florete, arma que não é a sua especialidade.

— Quem sabe hoje não era o dia, mas amanhã pode ser. Peço desculpas ao Brasil, mas quero que entendam que o esporte é assim — concluiu.

Dependente da cadeira de rodas desde 2004, quando foi baleado em um assalto, Jovane treina esgrima há oito anos.

Outro representante do Rio Grande do Sul na espada, mas na categoria A, Fabio Damasceno perdeu os cinco combates que disputou na primeira fase e acabou eliminado.

*ZHESPORTES


 

Siga SantaEsporte no Twitter

  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteRodrigo Faraco: Avaí tem que ter jogar de forma "desequilibrada" contra o Paysandu https://t.co/jRIV5TlGQO #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteOs jogadores que mudaram o jeito de jogar de Avaí e Criciúma https://t.co/jYtc5fCkAX #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros