Os quatro desafios para o esporte de Blumenau voltar a crescer - Esportes - Santa

Santa 45 anos22/09/2016 | 10h21

Os quatro desafios para o esporte de Blumenau voltar a crescer

Confira os itens apontados por Cesar Paulista como essenciais à cidade

Cesar Paulista | Edição Colaborativa

Ex-jogador de futebol e técnico do Metropolitano

Historicamente, Blumenau tem uma vasta tradição no esporte, sobretudo o amador. Para se ter uma ideia, nossa cidade já conquistou mais de 40 títulos dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), o que demonstra a força do desporto blumenauense. Todos os anos, acompanhamos inúmeros talentos surgindo em competições como os Jogos da Primavera, a Olesc, os Joguinhos Abertos e os Parajasc.

No entanto, ainda há um longo caminho a ser percorrido. Por mais que existam atletas com grande potencial, vejo que estamos estagnados e, para retomarmos o crescimento do esporte em nosso município, precisamos superar alguns desafios (veja abaixo).

Não podemos deixar que as glórias do desporto blumenauense fiquem no passado. Temos muitos atletas promissores que, por necessitarem de apoio e melhores condições de aprimoramento, acabam partindo para outros lugares. Como entusiasta do esporte em Blumenau, desejo que voltemos a desenvolver os nossos talentos em casa. Para tanto, precisamos superar os desafios expostos para retomarmos o crescimento.

O tempo urge.

CAPACITAÇÃO E VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL

Primeiramente, precisamos investir na especialização dos profissionais ligados ao esporte em Blumenau, direcionando-os para as suas respectivas áreas de interesse. Atualmente, muitas federações esportivas realizam cursos específicos para a qualificação e certificação de técnicos, que possibilitam o compartilhamento de conhecimentos teóricos, práticos e científicos. Ao incentivarmos o acesso a novas metodologias e o intercâmbio de informações com outros profissionais, poderemos canalizar a expertise adquirida no desenvolvimento e aperfeiçoamento dos atletas nas respectivas modalidades.

MODERNIZAÇÃO E AMPLIAÇÃO DAS INSTALAÇÕES ESPORTIVAS

Blumenau necessita de um centro de excelência voltado à formação e ao aperfeiçoamento técnico de atletas de alto rendimento. Como exemplo de sucesso, posso citar o Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa, equipamento da Prefeitura de São Paulo, criado na década de 1970, que trabalha com jovens talentos de 7 a 17 anos e já revelou grandes ídolos do esporte, como Hortência (basquete), Montanaro (vôlei) e Ricardo Prado (natação). Também vejo como essencial a reforma do Ginásio Sebastião Cruz, o Galegão, adequando-o às dimensões exigidas pelas federações para jogos oficiais, e a construção de um estádio municipal moderno.

OTIMIZAÇÃO DOS INVESTIMENTOS PROMOVIDOS POR ENTES PÚBLICOS

Além de reforçar o Bolsa Atleta, a Prefeitura deveria buscar mais recursos junto ao Estado e à União, estabelecendo parcerias com a Fesporte e com o Ministério do Esporte. Ao meu ver, a Lei Federal de Incentivo ao Esporte precisa ser mais explorada pelos municípios para viabilizar projetos de interesse público.

REALIZAÇÃO DE PARCERIAS COM O SETOR PRIVADO

Em tempos de crise econômica, precisamos pensar em novas formas de financiamento do esporte. Ainda mais crucial para este momento, são as parcerias com a iniciativa privada. Por exemplo, em Jaraguá do Sul, a parceria com a Malwee, no futsal, rendeu muitos frutos, com a conquista de inúmeros títulos e a exposição da cidade em âmbito nacional. Nós temos grandes empresas aqui, em Blumenau, que podem contribuir para o desenvolvimento do nosso esporte. Acredito, também, que o modelo de PPP poderia viabilizar e dar agilidade aos principais projetos voltados à infraestrutura esportiva, como a adequação do Galegão.

JORNAL DE SANTA CATARINA - JORNAL DE SANTA CATARINA

 

Siga SantaEsporte no Twitter

  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteZagueiro Betão pode retornar ao Avaí no jogo contra o Paysandu https://t.co/bU3UrR1HKd #LeiaNoSantahá 11 minutosRetweet
  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteCópia de: Rodrigo Faraco: Avaí não pode dar espaço para o conforto da tabela https://t.co/akElCiP7A5 #LeiaNoSantahá 43 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros