Técnico do Criciúma lamenta empate em casa: "não adianta, nós temos que vencer" - Esportes - Santa

bateu na trave04/09/2016 | 11h00Atualizada em 04/09/2016 | 11h00

Técnico do Criciúma lamenta empate em casa: "não adianta, nós temos que vencer"

Tigre cedeu o empate aos 42 do segundo tempo, frustrando a torcida que apoiou durante toda a partida



Foto: Caio Marcelo / Especial

A vitória escapou nos últimos minutos de partida, e frustrou a torcida do Criciúma. No empate em 1 a 1 com o CRB-AL, o Tigre dominou boa parte do jogo, abriu o placar com Jheimy ainda no primeiro tempo, mas não conseguiu garantir os três pontos. Em um jogo marcado também pela estreia dos reforços na Série B, o técnico Roberto Cavalo reafirmou a necessidade de voltar a vencer.

Leia outras notícias sobre o Criciúma
Veja a tabela de classificação da Série B


— Começamos bem o primeiro tempo, bem postado, não dando oportunidade, jogando. Até quando fizemos o gol o time deu uma crescida boa em posse de bola, marcando bem. É um time que joga tranquilo o CRB, no segundo tempo arriscou mais, e tomamos o gol de empate. Não adianta, nós temos que vencer, é o terceiro jogo dentro de casa sem vitória _ avaliou.

Os reforços, chegados nas últimas semanas, deram uma boa dinâmica ao time. Paulo Cezar Magalhães, Felipe Guedes, Bruno Baio e Clayton fizeram boa apresentação, e devem ser peças importantes na caminhada do time na busca pelo acesso.

— O PC (Paulo Cezar Magalhães) conhece a posição, lateral que com certeza vai evoluir. O Clayton tem qualidade, precisa de mais ritmo, conhecer os companheiros para ter uma jogada mais aguda. O Bruno Baio é jogador de boa estatura, tem um bom cabeceio, não teve muitas chances no jogo. O Felipe, na saída dele, perdemos na estatura e senti na hora do gol. Além de marcar bem, ele sai jogar, e acho que os que estrearam com certeza vão ajudar nosso grupo — resumiu.

O próximo desafio do Criciúma é um clássico, contra o Avaí, fora de casa. O Tigre precisa vencer no sábado, às 16h, na Ressacada. Para o técnico Roberto Cavalo, o jogo é decisivo. Segundo ele, esta será a hora mais importante para vencer uma partida:

— Como estamos com dificuldade nessa vitória, agora tem que buscar fora e seria muito bom no clássico contra o Avai. Dá uma tranquilidade, principalmente aos jogadores, que precisam de um pouco mais de confiança. 

 

Siga SantaEsporte no Twitter

  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteRodrigo Faraco: 12 trabalhos para Marquinhos Santos manter o Figueirense na elite https://t.co/57F3PLMYz0 #LeiaNoSantahá 8 horas Retweet
  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteTécnico do Avaí é cauteloso: "Vamos tentar ganhar o máximo possível" https://t.co/dMn7mdEYuW #LeiaNoSantahá 10 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros