Guga Kuerten visita o Cepon, em Florianópolis - Esportes - Santa

Papo campeão13/10/2016 | 18h36Atualizada em 13/10/2016 | 18h47

Guga Kuerten visita o Cepon, em Florianópolis

Visita faz parte da programação da Semana Guga Kuerten

Guga Kuerten visita o Cepon, em Florianópolis Gabriel Heusi/Semana Guga Kuerten
Foto: Gabriel Heusi / Semana Guga Kuerten

Antes de ser tricampeão de Roland Garros, Gustavo Kuerten já visitava hospitais e instituições de caridade. Mas com a criação da Semana Guga sua visita a esses tipos de entidades virou uma tradição. Nos últimos anos, o tenista esteve ao menos uma vez no Hospital Infantil Joana de Gusmão. Neste ano o local foi novo: Centro de Pesquisas Oncológicas (Cepon), também em Florianópolis.

Alguns pacientes se encontraram com o ídolo no auditório do Cepon para uma conversa descontraída. Guga aproveitou a ocasião para lembrar histórias do irmão mais novo, Guilherme, que faleceu em 2007 e tinha microencefalia e paralisia cerebral.

— Jogar contra os melhores do mundo não era nada comparado ao esforço que ele fazia todos os dias. Para a gente quando ele pegava uma colher era uma vitória. E o Gui era pura sinceridade também. Se ele gostava da pessoa ele sorria. Se não se importava a cara ficava fechada — relatou o tenista.

Guga conversou muito, contou histórias da época que era atleta. Lembrou de dificuldades da vida pré-sucesso no esporte e valorizou os médicos, enfermeiros, voluntários e a todos que trabalham no Cepon.

— Eles vêm todos os dias para ajudar. Se dedicam e entregam a isso. Eles precisam sempre estar bem para ajudar as pessoas. São amigos — completou.

Em uma salinha pequena ao lado do auditório onde Gustavo Kuerten conversava fica a Associação dos Voluntários do Cepon (Avoc). O espaço é pequeno e fica ainda menor com a quantidade de perucas e utensílios que eles guardam para emprestar aos pacientes.

— Somos quase 60 pessoas e a nossa intensão é ajudar, principalmente que está em tratamento. Às vezes um abraço e uma boa conversa já ajuda. Ter um encontro como esse do Guga é fantástico, porque ele está disposto a conversar com eles. Dar atenção — disse João Valle, voluntário da Avoc. 

Leia mais:

Copa Guga Kuerten vira casa das promessas do tênis nacional
Tropa de elite do tênis paralímpico chega a Floripa para a Copa Guga
Equipe do Hall da Fama do Tênis visita a Semana Guga Kuerten, que é embaixador mundial da organização
Guga Kuerten encanta crianças e cria uma nova geração de fãs
Guga mostra pela primeira vez ao público seu cão labrador Medalha


 
 

Siga SantaEsporte no Twitter

  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteChapecó prepara velório coletivo de vítimas de acidente aéreo https://t.co/5LYHJ9eHmW #LeiaNoSantahá 4 diasRetweet
  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteIdentificação das vítimas da queda do avião será por meio de impressões digitais https://t.co/eqQU3nPA5l #LeiaNoSantahá 4 diasRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros