Três ex-jogadores do Metropolitano brilham na campanha da Chapecoense - Esportes - Santa

Momento histórico23/11/2016 | 11h01

Três ex-jogadores do Metropolitano brilham na campanha da Chapecoense

Time do Oeste faz hoje, na semifinal da Sul-Americana, a partida mais importante da sua história e do futebol catarinense

Três ex-jogadores do Metropolitano brilham na campanha da Chapecoense JUAN MABROMATA/AFP
Tiaguinho (de branco, em campo pela Chape) foi o destaque do Metropolitano no Catarinense 2016 Foto: JUAN MABROMATA / AFP

Que saudade! É com esse sentimento que muito torcedor do Metropolitano vê o zagueiro Neto e os atacantes Bruno Rangel e Tiaguinho em ação com a camisa da Chapecoense. Se por aqui os títulos e o tão desejado acesso à Série C do Brasileiro não vieram quando o trio vestia o verde do Metrô, no Oeste do Estado os atletas fazem brilhar o verde da Chape. Cada um na sua – seja dando duro para evitar os gols do adversário ou enlouquecendo as zagas rivais para fazer a festa da torcida –, contribui no surpreendente ano vivido pela equipe do Oeste do Estado.

– Bruno Rangel é um cara calmo, bom jogador e artilheiro, que se deu muito bem lá. Tiaguinho é um cara que fui ver lá no XV de Piracicaba (de São Paulo) para trazer para cá (Metrô). Magrinho, veloz e muito habilidoso. Começou a jogar comigo, na Série D de 2015. Na semana passada ele me deu um alô pelo WhatsApp, agradecendo. Fico feliz pela amizade que fizemos – diz Cesar Paulista, técnico do Metrô, que trabalhou com os dois nas respectivas passagem por Blumenau.

Sob o comando de Caio Júnior e ao lado dos demais companheiros, o trio tem hoje a oportunidade de escrever mais um capítulo importante na história do clube, consolidando o Índio de Chapecó como o primeiro clube catarinense a avançar para a decisão de uma competição internacional. A partida contra o San Lorenzo, da Argentina, às 21h45min, pelas semifinais da Copa Sul-Americana é, sem sombras de dúvida, a mais importante da história da Chape e do futebol barriga-verde.

– É bacana de ver o crescimento de um time como a Chapecoense. Cada ano que passa o clube vai progredindo. Em campo o time é o reflexo de um bom trabalho feito fora dele. Eles têm uma boa visão. Bruno e Tiaguinho são exemplos de que além de contratar fora, estão sempre de olho nos jogadores daqui. Hoje Chapecó é conhecida e respeitada nacional e internacionalmente – complementa Cesar.

A caminhada até aqui na Sul- Americana é digna de um time que com força em jogos mata-mata: sete partidas, três vitórias, dois empates e duas derrotas, com oito gols marcados e apenas quatro gols sofridos. A Arena Condá é uma espécie de fortaleza: a Chape venceu nas três vezes que pisou no gramado do estádio pelo torneio internacional. Se mantiver o aproveitamento hoje à noite, avança à inédita final. Se bem que pela igualdade em 1 a 1, em Buenos Aires, nem será preciso vencer. Um empate sem gols já é o suficiente para se classificar.

Tiaguinho é preservado

Há dúvidas sobre o time que vai ao campo. Ontem à tarde, o técnico Caio Júnior comandou o último treino antes da partida com os argentinos, e poupou Tiaguinho, com desconforto muscular. Há ainda uma incógnita no meio-campo. Gil treinou entre os titulares e pode pintar na equipe.

Os ex-Metrô:

Neto
Zagueiro
31 anos

Passagem pelo Metrô:
2010
6 jogos
Nenhum gol marcado

Bruno Rangel
Atacante
34 anos

Passagem pelo Metrô:
2012
13 jogos
5 gols marcados

Tiaguinho
Atacante
22 anos

Passagem pelo Metrô:
2015/2016
20 jogos
5 gols marcados
Eleito o melhor jogador do clube no Estadual deste ano pelo Verdômetro.

JORNAL DE SANTA CATARINA

 
 

Siga SantaEsporte no Twitter

  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteChapecó prepara velório coletivo de vítimas de acidente aéreo https://t.co/5LYHJ9eHmW #LeiaNoSantahá 4 diasRetweet
  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteIdentificação das vítimas da queda do avião será por meio de impressões digitais https://t.co/eqQU3nPA5l #LeiaNoSantahá 4 diasRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros