Sala de imprensa do Figueirense se chamará André Podiacki, repórter do DC morto em acidente na Colômbia - Esportes - Santa

HOMENAGEM01/12/2016 | 16h11Atualizada em 01/12/2016 | 16h42

Sala de imprensa do Figueirense se chamará André Podiacki, repórter do DC morto em acidente na Colômbia

André Podiacki era torcedor do Furacão e fazia parte da rotina do clube

Sala de imprensa do Figueirense se chamará André Podiacki, repórter do DC morto em acidente na Colômbia Reprodução/Arquivo Pessoal
Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal

O Figueirense irá homenagear o jornalista do Diário Catarinense André Podiacki. O clube informou nesta quinta-feira (1º) que a diretoria do Clube colocará o nome da sala de imprensa do Estádio Orlando Scarpelli com o nome do profissional. Podi, como era chamado pelos colegas, era torcedor e sócio do Figueirense.

O cinegrafista da RBS Djalma Araújo, que também participava da cobertura diária do clube, será homenageado com um espaço dentro da sala de imprensa do Centro de Formação e Treinamento do Cambirela. André Podiacki e Djalma Araújo foram vítimas da tragédia aérea na Colômbia.

— Foi unânime entre todos os funcionários do clube que a sala deveria receber o nome dele. Era um cara bem quisto porto todos, e é o mínimo que a gente pode fazer — destacou o coordenador da assessoria de imprensa do clube, Ronaldo Nascimento.

Quando a sala for reinaugurada, será colocada uma placa com o nome de André Luiz Goulart Podiacki e haverá uma cerimônia com a família.

Podi era colega querido das redações do Diário Catarinense e Hora de Santa Catarina. Recebeu diversas homenagens nas redes sociais e no próprio jornal, como nos textos abaixo.

Carta do editor: Um momento em preto e branco

Jorge Jr: André Podiacki, o nosso Podi
Rafael Martini: Chapecoense: não pode, não o Podi
Nilson Vargas: Podi, o fiador do Siri Verde

Leia também:
Corpos devem chegar a Chapecó no final da tarde desta quinta-feira

Aeronáutica colombiana afirma que avião caiu sem combustível
O perfil das vítimas e sobreviventes do acidente da Chapecoense
Jovens da base viram peças chave na reconstrução da Chapecoense
Cem mil pessoas são esperadas para velório coletivo na Arena Condá
Medellín faz reverência histórica e inesquecível à Chapecoense em noite de homenagens na Colômbia
Noite de homenagens na Arena Condá tem arquibancadas lotadas e festa digna de título em Chapecó


 
 
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros