Técnico do Criciúma cobra efetividade: "Tem que colocar a bola para dentro" - Esportes - Santa

Versão mobile

fome de gol29/01/2017 | 07h01Atualizada em 29/01/2017 | 07h01

Técnico do Criciúma cobra efetividade: "Tem que colocar a bola para dentro"

Deivid estreou no campeonato estadual com derrota por 1 a 0 no clássico diante do Avaí


Foto: Caio Marcelo / Especial

  

O Criciúma do técnico Deivid, que fez um bom primeiro tempo diante do Avaí pelo Campeonato Catarinensenão foi o mesmo na etapa final. Foi aos 21 que Denílson marcou o gol da partida, depois do Leão voltar do intervalo com uma nova postura e dominar o jogo. A derrota acende uma luz sobre o poder de conclusão do Tigre, que cria oportunidades, mas não balança a rede.

— Eu vi dois tempos da mesma forma, claro que nós tomamos o gol. Criamos mais uma vez e não conseguimos fazer o gol. A gente tem que colocara bola para dentro, é clássico e a gente sabe que se define no detalhe, e mais um detalhe a gente sai derrotado. Tivemos bastante pose de bola, o Avaí veio para jogar por uma bola, jogou do meio para trás — comentou o treinador.

Apesar de fazer as três substituições, Deivid não conseguiu o resultado que esperava com as trocas. Jheimy deu lugar a Kalil ainda no intervalo, depois de um gol desperdiçado, com menos de dois minutos de jogo, e um primeiro tempo apagado. Hélio Paraíba e Caíque Valdívia entraram no decorrer do segundo tempo,mas a linha de cinco jogadores na defesa do Leão neutralizou as tentativas do Tigre.

— O Jheimy depois que perdeu o gol se abateu, ele é um cara que se cobra muito, não estava conseguindo segurar a bola, sustentar o corpo, e eu achei com a vinda do Pitbull para dentro e o Kalil lá, achei que a gente iac onseguir ter infiltração, mas realmente as mexidas não fizeram efeito como no jogo de terça-feira (contra o Fluminense), o que acarretou em uma derrota — lamentou.

Na quinta-feira, o Criciúma enfrenta o próximo desafio no Catarinense,diante do Brusque, fora de casa. Para a partida das 19h30min, no Estádio Augusto Bauer, o técnico Deivid quer manter o mesmo padrão de time. Apesar da derrota, enquanto os reforços não chegam esse é o time do Criciúma, e de onde o treinador deverá tirar o melhor possível.

— Eu tenho que ter minha convicção do que estou fazendo, e acredito estar fazendo a coisa certa, mas futebol é resultado, a bola não está entrando, então a gente tem que estar trabalhando. O (Pep) Guardiola no Manchester no começo de trabalho perdeu cinco jogos, o que não é costume. O (Carlo) Ancelotti no Bayern demorou a engrenar, e aí são outros casos, eu fui mando embora com duas derrotas. Eu acredito em um trabalho a longo prazo — comentou o comandante do Tigre.

Leia mais:
Volante do Criciúma lamenta gols perdidos: "Quem não faz, leva"
Avaí estreia com vitória por 1 a 0 sobre o Criciúma no Catarinense
Todas as informações do Criciúma
Acesse a tabela do Campeonato Catarinense



 
 

Siga SantaEsporte no Twitter

  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteProfessor Maurilio calcula que o JEC se classifica com 28 pontos https://t.co/9y8rvRBTha #LeiaNoSantahá 33 minutosRetweet
  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteLevante e Eibar estreiam na Liga espanhola com vitórias https://t.co/z0DaHgvFgW #LeiaNoSantahá 48 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros