Zagueiro do Criciúma promete entrosamento no setor defensivo - Esportes - Santa

Versão mobile

pré-temporada12/01/2017 | 15h50Atualizada em 12/01/2017 | 16h53

Zagueiro do Criciúma promete entrosamento no setor defensivo

Diego Giaretta acredita que a manutenção dos mesmos jogadores é uma vantagem para o time

Zagueiro do Criciúma promete entrosamento no setor defensivo Fernando Ribeiro / www.criciuma.com.br / Divulgação/Divulgação
Foto: Fernando Ribeiro / www.criciuma.com.br / Divulgação / Divulgação

Enquanto o Criciúma trabalha o entrosamento e se prepara para as competições do ano, tem uma turma que já está mais do que acostumada a jogar junto. No setor defensivo do time, os cinco zagueiros da temporada passada continuam no clube, entre eles Diego Giaretta. O jogador sabe que isso ajuda em relação à harmonia dentro de campo e acredita que o Tigre pode tirar uma boa vantagem desse elenco.

—  A única diferença é que a gente achou que ia voltar jogando com três zagueiros, mas mudou a comissão, metodologia diferente, outra filosofia de trabalho. Independente de quem esteja no comando, para nós, os defensores, a questão da harmonia, do entrosamento, é fundamental. Esse ano a gente não vai sofrer com isso pelos cinco zagueiros que estão hoje no elenco, estávamos no ano passado, tem tudo para continuar nessa pegada e tomar menos gol possível — projeta Giaretta.

Além de Giaretta, o Criciúma conta com Ferron, Raphael Silva, Ianson e Nino na defesa. Até o primeiro jogo oficial do ano, no dia 24 de janeiro pela Primeira Liga diante do Fluminense, o Tigre ainda tem quase duas semanas de trabalho e um jogo-treino pela frente. Os primeiros dias após as férias, mais difíceis de se adaptar, já passaram. Agora é manter o ritmo acelerado.

— A gente sabe que essa primeira semana são os dias que a gente mais sente, justamente por estar parado. É onde o nosso corpo volta a sentir a carga máxima, se adaptar novamente. Está sendo muito bom, é sofrimento, mas no fundo é necessário, toda pré-temporada bem feita é a base para o ano todo, ainda mais nós que temos ai novamente quatro competições — explica.

O atleta chegou ao clube no início do ano passado e logo conquistou a titularidade no setor defensivo do time, na época treinado por Roberto Cavalo. Giaretta jogou 47 partidas pelo clube na temporada passada e marcou cinco gols. Dois deles nos primeiros jogos do ano, pela Primeira Liga e pelo Catarinense.

— Que a gente consiga começar já com as vitórias, com gols, e se eu tiver oportunidade como no ano passado, em logo nos dois primeiros jogos fiz dois gols, vamos buscar isso. Mas acima de tudo, nossa prioridade é ter um sistema defensivo sólido, pela filosofia do Deivid, forma de marcação. O que vem depois e puder ajudar lá na frente é lucro — comenta o zagueiro.

Leia mais:
Uma semana depois da reapresentação do Criciúma, Ruan ainda não chegou ao clube
Organização é o mantra de Deivid no comando do Criciúma
Atacante destaca ambições para o ano: "O Criciúma tem totais condições de ser campeão"


Siga SantaEsporte no Twitter

  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteHilton, o brasileiro 'quarentão' que lidera a melhor defesa da França https://t.co/lZWPdjlcjQ #LeiaNoSantahá 58 minutosRetweet
  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteCom irmã improvisada de "calheira", catarinense leva a prata na bocha paralímpica https://t.co/zWT78BBcrI #LeiaNoSantahá 2 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca