Ineficiente no ataque, Metrô perde para o JEC e cai três posições na classificação - Esportes - Santa

Versão mobile

Estadual09/02/2017 | 00h37

Ineficiente no ataque, Metrô perde para o JEC e cai três posições na classificação

Único gol do jogo foi marcado por Aldair, aos 13 do primeiro tempo

Ineficiente no ataque, Metrô perde para o JEC e cai três posições na classificação Maykon Lammerhirt/Agencia RBS
Metrô voltou a cometer os erros das duas primeiras rodadas do Estadual. Foto: Maykon Lammerhirt / Agencia RBS

Eram vários os pedidos do técnico Cesar Paulista para os jogadores do Metropolitano antes do jogo: pressionar o Joinville durante os primeiros minutos. Não deu. Minimizar os erros, principalmente os de passe. Não deu. Ganhar as segundas bolas para garantir mais posse e abrir a possibilidade para os contra-ataques. Não deu. Jogar o adversário para trás, forçando o Metropolitano a atuar a maior parte do tempo no campo ofensivo. Tá, tudo bem, esse até último até rolou durante alguns momentos do jogo, mas insuficiente para, no contexto, dar a possibilidade ao Verdão de buscar qualquer pontinho jogando fora de casa.

Os problemas vividos pelo clube blumenauense também eram a realidade para o JEC. A consequência disso? Um jogo irritante, que testou a paciência da torcida de ambos os lados. Uma jovem menina, com seus oito anos, dormindo no colo do pai, enfurecido é um bom resumo do que foi o confronto. Os torcedores do Metropolitano interagindo mais com seus smartphones do que com a partida enquanto o time buscava o empate, também é uma síntese do confronto de ontem, na Arena.

Melhor para os donos da casa, que se aproveitaram de — mais um — erro de marcação do Metropolitano para fazer o único gol da melancólica noite joinvilense. Aldair, que passou pelo Metropolitano em 2014, respeitou a lei do ex e desencantou para o Tricolor aos 13 do primeiro tempo. Até então o adversário não havia vencido um jogo sequer no Estadual. Coube ao Verdão amenizar a crise do JEC e, de quebra, manter uma sina que dura desde 13 de fevereiro de 2011, última vez que os blumenauenses conseguiram triunfar na Arena.

Os questionamentos dos jogadores do Metropolitano quanto ao desempenho da própria equipe em campo marcaram as declarações ao fim da partida. A bronca era principalmente com os erros, principalmente de marcação, cruciais para a derrota.

— Mais uma vez tomamos um gol no início da partida e isso quebra todo o planejamento do jogo — avaliou o zagueiro Maurício em entrevista à rádio Nereu Ramos.

— De novo, mais uma bobeira no começo do jogo. Parece que o time entra dormindo. Tem que melhorar isso — finaliza o atacante Sabiá.

Muito irritado desde o primeiro tempo — algo que não mudou durante a etapa final —, Cesar Paulista admitiu os problemas que o Metropolitano teve durante o jogo e não tratou de minimizá-los. A ineficiência no ataque novamente foi o ponto destacado pelo treinador:

— Eles tiveram a chance e fizeram, já nós quando tivemos uma possibilidade, estávamos impedidos. Erramos muito na marcação e demoramos para arrumar. Temos tempo para corrigir, mas com o tempo vindo os resultados têm que aparecer também.

A derrota deixa o Metropolitano momentaneamente na 7ª colocação na classificação, atrás do próprio Joinville que chegou a cinco e deixou, pelo menos por enquanto, a pressão de lado nesse início de Campeonato Catarinense. Na próxima rodada, ambas as equipes têm confrontos interessantes: o Metrô viaja até Itajaí onde vai enfrentar o Almirante Barroso no Estádio Camilo Mussi — em partida marcada para as 10h (da manhã, é claro). O JEC, por sua vez, permanece na sua cidade para receber o Avaí, atual líder do Estadual, às 17h.

JOINVILLE 1
Jhonatan; Caique (Luís Menezes), Henrique Mattos, Max e Fernandinho; Roberto; Fabinho Alves, Lúcio Flavio, Aldair e Alex Ruan (Renan Teixeira); Ciro (Juninho). Técnico: Fabinho Santos.

METROPOLITANO 0
Vilar; Maranhão, Maurício, Elton e Juninho; Valkenedy, Elber (Carrasco), Mazinho e Thiago Cristian (Paulo Victor); Sabiá e Jean Moser (Charles). Técnico: Cesar Paulista.

Gols: Aldair, aos 13 do 1ºT.

Amarelos: Juninho (M), Elber (M) e Ciro (J).

Arbitragem: Edson da Silva, auxiliado por Diego Leonel Félix e Eli Alves Local: Arena Joinville.

JORNAL DE SANTA CATARINA

 
 

Siga SantaEsporte no Twitter

  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteRoberto Alves: Marquinhos é opção para dar qualidade ao meio-campo do Avaí contra a Chapecoense https://t.co/2iqhZkpQgp #LeiaNoSantahá 22 minutosRetweet
  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteSão Paulo acerta a contratação do zagueiro Bruno Alves, ex-Figueirense https://t.co/K27nFz1dlr #LeiaNoSantahá 10 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros