JEC tenta reencontrar os gols e as vitórias - Esportes - Santa

Versão mobile

Futebol03/02/2017 | 21h18

JEC tenta reencontrar os gols e as vitórias

Tricolor encara o Criciúma, neste domingo, no Estádio Heriberto Hülse

JEC tenta reencontrar os gols e as vitórias Maykon Lammerhirt/Agencia RBS
JEC treinou nesta sexta-feira, no CT do Morro do Meio Foto: Maykon Lammerhirt / Agencia RBS

Três jogos, três empates. Em uma frase, este é o resumo do início de temporada do JEC. Para alguns, o lado positivo é a invencibilidade e a boa postura da defesa, vazada em apenas uma das três partidas. Por outro lado, há quem enxergue os números negativamente.

Até o momento, o Tricolor não ganhou e passou dois jogos sem marcar. O grupo está longe de viver uma crise, mas ninguém quer acumular mais uma rodada sem os três pontos. O problema é que o rival deste domingo, às 17 horas, o Criciúma, vem embalado por um goleada de 4 a 0 sobre o Brusque, fora de casa. De quebra, o Tigre atuará em casa e também precisa dar uma resposta à torcida, pois, na primeira rodada, acabou derrotado pelo Avaí por 1 a 0.

Todas estas circunstâncias tornam o clássico Norte/Sul em mais um grande teste para o ataque do JEC, setor que tem causado maior preocupação ao torcedor. Mas se nas arquibancadas há desconfiança, no campo o camisa 9 do Joinville procura manter a tranquilidade.

— O grupo é qualificado, jovem, valoriza a posse de bola, passa bem. Estamos fazendo tudo, não tem acontecido (as vitórias e os gols), mas estamos no caminho certo — garantiu o atacante Ciro.

A cobrança, que começa a atingi-lo, é driblada pelo jogador com um pedido: mais paciência. Segundo Ciro, houve pouco tempo para que o elenco e ele mesmo mostrassem todo o potencial.

— Todo atacante vive de gol, mas não podemos esquecer que foram apenas três jogos oficiais. Temos de ter tranquilidade. A gente entende que a cobrança vai ser maior no ataque, mas os gols vão sair naturalmente — analisou.

O discurso de Ciro foi incorporado pelo também titular Henrique Mattos. Na opinião do zagueiro, a equipe tem se comportado bem e esse é o fator preponderante para vencer. Neste caso, segundo o atleta, os três pontos são questão de tempo.

— Nosso pensamento no pré-jogo é de vencer sempre. Nosso intuito é que isso aconteça o mais rápido possível. Por isso, o trabalho de pré-temporada é para que a equipe se porte bem, pois, jogando bem, as vitórias virão naturalmente.

O técnico Fabinho Santos tem apenas uma dúvida para o confronto no Estádio Heriberto Hülse. O atacante Fabinho Alves não participou do treino desta sexta, no CT. Se ele não jogar, Gustavo Xuxa e Juninho são as opções. Nas demais posições, o grupo terá a mesma escalação de quarta-feira, contra o Figueirense.

A NOTÍCIA

 
 

Siga SantaEsporte no Twitter

  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteFigueirense sai na frente contra o Santa Cruz, mas não resiste e cede empate no segundo tempo  https://t.co/1olVuNIBUb #LeiaNoSantahá 2 horas Retweet
  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteLe Graët deseja que Mbappé fique na França "pelo prazer para os olhos" https://t.co/mMzC96LPNe #LeiaNoSantahá 3 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros