Floripa Futsal corre sério risco de ficar fora da Liga Nacional em 2017 - Esportes - Santa

Versão mobile

Futsal27/03/2017 | 19h25Atualizada em 27/03/2017 | 19h42

Floripa Futsal corre sério risco de ficar fora da Liga Nacional em 2017

Clube tem dívidas com a organização do torneio relativas a 2016

Floripa Futsal corre sério risco de ficar fora da Liga Nacional em 2017 Floripa Futsal/Divulgação
Foto: Floripa Futsal / Divulgação

Às vésperas do início da Liga Nacional de Futsal (LNF), o Floripa corre um sério risco. A equipe da Capital do Estado está prestes a ser excluída da competição que começará nesta semana por causa de débitos com a organização do torneio. A diretoria do clube não conseguiu cumprir com os prazos estabelecidos juntamente à LNF para quitar as dívidas relativas a 2016. O time de Flores da Cunha (RS) também foi descartado do campeonato. A diretoria da Liga irá se pronunciar sobre o caso por meio de um comunicado oficial.

Apesar de não ser detentor de uma franquia, o Floripa Futsal deveria pagar uma taxa para atuar como convidado. No entanto, o clube ainda não havia efetuado o pagamento da participação de 2016. A dívida com a LNF está em torno de R$ 60 mil. Entre o fim do ano passado e o início deste ano, os representantes do Floripa participaram de todas as reuniões. Porém, o clube não conseguiu cumprir a meta de efetuar o pagamento dentro da data prevista. Nesta segunda-feira, a Liga atualizou a tabela de jogos sem a presença da equipe da Capital.

De acordo com Valdicir Kortmann, presidente da LNF, a entidade se mostrou paciente e respeitou os prazos que foram firmados em comum acordo com o Floripa Futsal. Sem o pagamento e sem a garantia de que a equipe vá conseguir honrar com os compromissos da atual temporada, a entidade optou por esta decisão.

— Por aquilo que foi dado de oportunidade, entendo que seja uma decisão que não terá volta. Infelizmente, não é bom para o futsal de Santa Catarina — frisou o dirigente.

De acordo com Valci Moreira, presidente do Floripa Futsal, o clube atravessa dificuldades financeiras desde o ano passado. O dirigente ainda atribui as dificuldades de planejamento à falta de repasse de um convênio com o Estado desde o começo do ano passado. Em contato com a reportagem, Moreira disse ter marcada uma reunião para a manhã desta terça-feira, que poderia garantir mais recursos à equipe, mostrando uma ponta de esperança de que conseguirá reverter o quadro.

Sem o Floripa Futsal e o Flores da Cunha, a Liga Nacional de Futsal deverá ter a participação de 17 equipes, que lutam por 16 vagas para as oitavas de final. De acordo com Kortmann, a proximidade do início da competição torna inviável o debate sobre um novo regulamento.

Leia mais:
Confira mais notícias sobre futsal
"Se eu parar, termina o futsal em Floripa", diz Valci Moreira

Siga SantaEsporte no Twitter

  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteChelsea e Roma empatam em jogo emocionante; Atlético tropeça https://t.co/mDVEtdWZJY #LeiaNoSantahá 50 minutosRetweet
  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteManchester United vence Benfica com auxílio de tecnologia https://t.co/jXAGi3QoWI #LeiaNoSantahá 59 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros