Jogo que pode mudar a realidade do JEC no Campeonato Catarinense - Esportes - Santa

Versão mobile

Futebol22/03/2017 | 20h59

Jogo que pode mudar a realidade do JEC no Campeonato Catarinense

Vitória nesta quinta, contra o Criciúma, afasta o Tricolor da zona do rebaixamento e coloca a equipe com chances de brigar pelo título do returno do Estadual

Jogo que pode mudar a realidade do JEC no Campeonato Catarinense Maykon Lammerhirt/Agência RBS
Marlyson está confirmado entre os titulares do JEC Foto: Maykon Lammerhirt / Agência RBS

De equipe candidata ao rebaixamento no primeiro turno, o Joinville pode passar a ser um postulante ao título do returno. Tudo dependerá do resultado do Tricolor diante do Criciúma, nesta quinta, às 18 horas, na Arena, pela terceira rodada da segunda fase do Campeonato Catarinense.

Confirma como foram os lances da partida entre Joinville e Cruzeiro

Se ganhar, o JEC chega a nove pontos e abre distância do próprio Criciúma, que hoje soma quatro. E, até o fim do campeonato, a equipe de Fabinho Santos terá mais três partidas na Arena.

Leia as últimas notícias sobre o Joinville Esporte Clube no AN.com.br

Um triunfo contra o Tigre deixa também o Joinville bem distante da luta para não ser rebaixado, algo impensável há duas rodadas.

Apesar da boa fase, o técnico Fabinho Santos tenta controlar a empolgação e garante que o elenco continua focado, sem deixar de trabalhar nas correções para que o time evolua.

Um dos grandes trunfos para evitar o relaxamento é a disputa por posições entre os titulares. Consolidados antes, os experientes Lúcio Flávio, Fabinho Alves e Bruno Batata devem figurar entre os reservas.

Isso porque o quarteto formado por Breno, Aldair, Bruno Rodrigues e Marlyson tem se destacado e cresce nas avaliações do treinador. No sábado, na Capital, o único que não jogou foi Aldair, justamente o artilheiro da equipe, com cinco gols nesta temporada.

Logo atrás dele aparecem Marlyson (quatro) e Breno (dois). Ou seja, com eles, o Joinville soma 11 dos 13 gols marcados em 2017. Daí a opção de colocá-los juntos na partida desta quinta-feira.

—  Nós temos um tempinho para conversar, para decidir, mas os atletas estão bem e motivados para jogar. A ideia é dar sequência ao bom momento deles —  indicou Fabinho, tentando manter o mistério no ar.

Logo depois, ele confirmou a escalação de Marlyson no comando do ataque. A única dúvida é Aldair. No fim de semana, ele foi vetado em razão de uma lesão no tornozelo direito. Recuperado, voltou a treinar, mas Fabinho Alves pode ocupar o lugar do artilheiro —  neste caso, Bruno Rodrigues seria deslocado para o meio.

Em meio a tantas notícias boas, o técnico do JEC lamentou apenas o horário da partida —  18 horas, a pedido da televisão para não concorrer com o jogo da Seleção Brasileira, marcado para as 20 horas.

—  A gente lamenta pelo horário e espera que mesmo quem não possa ir, possa se alegrar no final com um bom resultado do Joinville —  concluiu.

A NOTÍCIA

Notícias Relacionadas

Futebol 21/02/2017 | 21h19

Pelo fim da insatisfação no JEC

Nono colocado, Tricolor tenta vencer o Inter de Lages para deixar a zona de rebaixamento do Campeonato Catarinense

Futebol 05/02/2017 | 19h06

Mais eficiente, Criciúma derrota o JEC

Clássico no Estádio Heriberto Hülse contou com gol solitário de Jheimy, no primeiro tempo

 
 
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros