Para fazer valer o fator casa, Blumenau encara time goiano pela semifinal da Superliga B - Esportes - Santa

Versão mobile

Vôlei Masculino31/03/2017 | 20h39

Para fazer valer o fator casa, Blumenau encara time goiano pela semifinal da Superliga B

Equipe entra em quadra às 19h deste sábado no ginásio da Barão

Para fazer valer o fator casa, Blumenau encara time goiano pela semifinal da Superliga B Lucas Correia/Agencia RBS
Ingressos para o jogo custam R$ 20. Foto: Lucas Correia / Agencia RBS
As alaranjadas e metálicas arquibancadas da Escola Barão do Rio Branco receberão em vez de alunos, torcedores. Nada de Educação Física ou preocupação com didática. É a pancadaria de saques e cortadas do vôlei que vão prevalecer onde durante a semana o que predomina é a aula.

Após garantir uma classificação digna de testar as pontes de safena dos torcedores, o vôlei masculino de Blumenau (Apan/Barão/Esferatur/FMD) terá neste sábado, às 19h, o primeiro desafio em uma situação inédita: a semifinal da Superliga B. Após amargar duas eliminações consecutivas em 2015 e 2016, nas quartas de final, o time de André Donegá terá diante do torcedor a chance de dar mais um passo rumo à elite.
 
O adversário, Jaó-GO, é conhecido dos blumenauenses e é, de longe, a principal surpresa da competição — terminou a primeira fase em segundo lugar. Os goianos venceram Blumenau logo na primeira rodada por 3 sets a 1 e foram os únicos a triunfar sobre o fortíssimo Sesc-RJ — time com o maior investimento no campeonato e que tem à beira de quadra o técnico Giovane Gávio, bicampeão olímpico como jogador em 1992 e 2004. Ou seja, pode ter certeza que vem pedreira por aí.
 
— É um time que aposta muito no saque e só isso já dificulta o jogo, já que favorece o ataque e compromete a defesa. Mas temos chances de vencer, sim. É um jogo aberto, de níveis técnicos parecidos e em uma semifinal. Temos que jogar bem, porque a vitória será uma consequência disso — argumenta o técnico de Blumenau, André Donegá.
 
E para fazer valer o fator casa — assim como ocorreu com Araucária-PR, na fase anterior, em que os blumenauenses conseguiram largar com vitória na série — Blumenau aposta na força da torcida em um ginásio com ares de caldeirãozinho. Com capacidade para pouco mais de 600 pessoas, o palco do jogo que deixa os torcedores a menos de seis metros de distância dos atletas vai se transformar em uma das armas dos anfitriões. Embora a percussão não seja permitida em jogos de vôlei, o batuque das mãos e dos pés nas partes metálicas já se transformam em uma gigante bateria sem grife.
 
— Com 350 pessoas lá já parece que tem 3 mil, imagina lotado, então. Todos os adversários admitem que jogar na Barão é diferente, já que o contato do público é muito direto com o jogador. Mesmo que você esteja concentrado, ouve as coisas ditas pela torcida e acaba se sentindo pressionado — avalia Donegá.
 
Se vencer, Blumenau precisará de apenas mais uma vitória no próximo dia 7 para se garantir na final da Superliga B masculina de vôlei. Caso perca, o time terá de vencer dois jogos seguidos fora de casa para chegar à final. O campeão tem vaga garantida na elite para a temporada 2017/2018, enquanto segundo e terceiro colocados disputam uma competição no início do segundo semestre contra último e penúltimo da Superliga pela segunda vaga. Há ainda a possibilidade de que o quarto colocado possa participar dessa seletiva, o que manteria as chances blumenauenses mesmo em caso de eliminação na semifinal.
 
SERVIÇO
 
• O quê: Blumenau x Jaó-GO, pelas quartas de final da Superliga B
• Quando: sábado, às 19h
• Quanto: R$ 20 (meia-entrada para estudantes e maiores de 60 anos)
• Onde: ginásio da Escola Barão do Rio Branco

JORNAL DE SANTA CATARINA

 
 

Siga SantaEsporte no Twitter

  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteTenista britânico Daniel Evans cai no antidoping com cocaína https://t.co/eHJjIonNpT #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteTécnico Claudinei Oliveira avalia a continuidade de Kozlinski e Maicon entre os titulares do Avaí https://t.co/RUVoOlC1xq #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros