"Se não conseguirmos nove pontos, vai ser difícil brigar pelo título", diz técnico do Avaí - Esportes - Santa

Versão mobile

Avaliação27/03/2017 | 13h28Atualizada em 27/03/2017 | 13h28

"Se não conseguirmos nove pontos, vai ser difícil brigar pelo título", diz técnico do Avaí

Após perder para a Chape, Leão se prepara para encarar o Joinville

"Se não conseguirmos nove pontos, vai ser difícil brigar pelo título", diz técnico do Avaí Márcio Cunha/Especial
Foto: Márcio Cunha / Especial
DC Esportes
DC Esportes

A derrota do Avaí para a Chapecoense no último domingo, deu ao Verdão do Oeste a liderança do returno e também da classificação geral do Campeonato Catarinense. A Chape assumiu a ponta e dificultou a caminhada do Leão rumo ao título desta segunda etapa da competição. Quatro pontos atrás do Verdão (o Avaí tem 6 e a Chape 10), ainda há chances para o time da Capital, mas os próximos passos serão decisivos para a equipe de Claudinei Oliveira. 

O Avaí entra em campo nesta quinta-feira, às 19h30min, contra o Joinville, na Ressacada. O JEC tem os mesmos 10 pontos do que a Chape e também está na briga pelo returno. Por isso a partida na Ressacada é tão decisiva.

- Se não conseguirmos nove pontos, vai ser difícil brigar pelo título. Agora saiu da nossa mão, a Chapecoense abriu vantagem e se bobear, ninguém alcança. Contra o Joinville temos a expectativa de que possamos ter praticamente todos à disposição. Mas pode ser que falte e sinta algo, não posso cravar também que todos irão jogar, porque estão sem ritmo de jogo. Vamos colocar o que tivermos de melhor - falou Claudinei Oliveira.

O comandante avaiano vive a expectativa de ter os lesionados de volta para o duelo com o Tricolor do Norte. Diego Jardel, Leandro Silva, Judson e Romulo são peças importantes e que podem ajudar o Leão neste confronto. Quem retornou ao time contra a Chape foi o volante Luan, que estava há um tempo sem atuar.

- As opções vão rareando, não tem a ver com qualidade, mas sim com experiência. O Lourenço foi bem nos dois primeiros jogos, hoje não foi tão bem. Um menino de 19 anos enfrentando um time de Série A, na Arena Condá. E perdemos três jogadores que eram titulares, com ritmo, e faz falta. Se você tirar cinco de qualquer equipe, faz falta - completou Claudinei. 

Leia mais notícias do Avaí
Acesse a
tabela do Campeonato Catarinense
Jogadores do Avaí lamentam erros na derrota para a Chapecoense
Chapecoense vence o Avaí e assume liderança do returno


Siga SantaEsporte no Twitter

  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteContagem regressiva: veja como estão os 10 times do Campeonato Catarinense https://t.co/SPdhUFig3J #LeiaNoSantahá 45 minutosRetweet
  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteAtletas de MMA contam a dificuldade de viver da luta em Santa Catarina https://t.co/UmGjjE16zd #LeiaNoSantahá 45 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca