Chapecó vive clima de "dia especial" para o jogo da Recopa nesta terça - Esportes - Santa

Versão mobile

É decisão04/04/2017 | 07h01Atualizada em 04/04/2017 | 07h01

Chapecó vive clima de "dia especial" para o jogo da Recopa nesta terça

Verdão duela com o Atlético Nacional na decisão do torneio internacional

Chapecó vive clima de "dia especial" para o jogo da Recopa nesta terça Cristiano Estrela/Agencia RBS
Grupo encerrou a preparação no centro de treinamentos nesta segunda-feira Foto: Cristiano Estrela / Agencia RBS
darci debona

Um jogo que não é somente um jogo. Quatro meses depois do acidente aéreo na Colômbia, Chapecoense e Atlético Nacional entram em campo para disputar uma partida oficial a partir das 19h15min desta terça-feira na Arena Condá. O duelo é o primeiro dos dois que vão decidir o título da Recopa Sul-Americana. Mas tem muito mais fora de campo. É o jogo de agradecimento ao povo colombiano pela solidariedade manifestada após o acidente, quando lotaram o estádio Atanasio Girardot, em Medellín, e fizeram até música pela Chapecoense.

Ter uma camisa do Atlético Nacional em Chapecó virou objeto de desejo, e não será de se espantar ver o manto da equipe colombiana dividindo as arquibancadas com quem vai trajar a camisa do Verdão.

Chapecó e o Oeste catarinense torceram para o Atlético Nacional no Mundial Interclubes. E passaram a admirar a equipe que abriu mão de um título internacional, quando a Chapecoense não tinha nem time. Graças a este gesto, hoje acontece o jogo em Chapecó, entre o campeão da Copa Sul-Americana e o campeão da Libertadores.

Para o técnico Vagner Mancini, a partida contra o Atlético Nacional se enche de significado, que ultramassa os limites de uma simples disputa em campo

– É um jogo que tem um peso muito grande na história da Chapecoense – declarou o treinador.

Mancini está ciente também da importância desta conquista para o futebol de Santa Catarina. Reconhece que o Atlético Nacional é um time perigoso, mas está confiante após as cinco vitórias consecutivas da Chapecoense no returno do Estadual.

Além do jogo, mais homenagens

Para tentar fazer algo parecido com o que os colombianos fizeram pela Chapecoense, foi chamado para organizar o espetáculo o diretor artístico Edson Erdmann, que já fez eventos como a reinauguração do Beira Rio, o acendimento da pira dos Jogos Olímpicos e o Natal Luz de Gramado. Ele criou o slogan #PraSempreChape, pois o objetivo é agradecer e eternizar esse momento. Haverá shows na Praça Coronel Bertaso, caminhada, abraço ao estádio e show de gratidão. A música escolhida foi Dia Especial, de Duca Leindecker, que estará na Arena Condá para apresentação ao vivo.

Na arquibancada, 20 mil pessoas devem fazer uma coreografia que foi compartilhada nas redes sociais. Sobreviventes da tragédia, como o jornalista Rafael Henzel e os jogadores Jackson Follmann, Neto e Alan Ruschel, darão seus depoimentos.

– Vou unir três times: Chapecoense, Atlético Nacional e o time que está no céu – afirmou Edrmann.

Os jogadores dos dois times devem entrar de forma intercalada e com a música Os Guerreiros, criada especialmente para o momento.

Depoimentos de personalidades de todo o mundo, entre eles Juninho Pernambucano, Denílson e Zico, vão passar num telão de 300 metros quadrados.

Para o gerente da Chapecoense, Carlinhos Almeida, um dos funcionários mais antigos do clube, esta terça-feira terá dois momentos.

– Tem o momento da gratidão, pelo que o povo colombiano fez, o apoio na hora do acidente e pelo Atlético ter nos dado o título da Sul-Americana. Depois tem o jogo, em que se deixa isso de lado e entra a disputa por um título importante, que vale um troféu continental – afirmou.

Como a música tema do evento indica, não resta dúvida alguma de que hoje será um dia especial para o futebol de Santa Catarina.


Prefeito de Medellín é homenageado em Chapecó 

Homenagens e festa marcam chegada do Atlético Nacional em Chapecó 

 Ansiedade toma conta de Chapecó antes do jogo

Acesse a tabela do Campeonato Catarinense

Chapecó está pronta para retribuir o carinho aos colombianos

 
 

Siga SantaEsporte no Twitter

  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteDouglas fecha o gol do Avaí na vitória sobre Bota e fala sobre substituir Kozlinski: "Uma honra" https://t.co/TQw1DLKXV1 #LeiaNoSantahá 5 horas Retweet
  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteJoel faz valer lei do ex, Avaí vence o Botafogo e conquista vitória fora https://t.co/W2kt19Hhpw #LeiaNoSantahá 6 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros