Conheça a história do joinvilense campeão das Américas no game Fifa 17 - Esportes - Santa

Versão mobile

Futebol04/04/2017 | 21h39

Conheça a história do joinvilense campeão das Américas no game Fifa 17

Jequeano, Lucas Gonçalves se prepara para a disputa do mundial, que ocorrerá em Berlim

Conheça a história do joinvilense campeão das Américas no game Fifa 17  Maykon Lammerhirt/Agencia RBS
Lucas treina de cinco a seis horas por dia Foto: Maykon Lammerhirt / Agencia RBS

Jogar videogame deixou de ser coisa de criança há um bom tempo. Hoje, pessoas de todas as gerações investem em games e passam horas com o controle nas mãos buscando diversão. Mas até o conceito de diversão começa a ser superado por alguns gamers. O joinvilense Lucas Gonçalves, de 19 anos, é um dos exemplos. Ele transformou o hobby em carreira profissional. Hoje, comemora o título de campeão das Américas e, em maio, estará em Berlim na disputa do Mundial de futebol digital.

Leia as últimas notícias sobre o Joinville Esporte Clube no AN.com.br

Tudo começou há pouco mais de um ano. Lucas jogava há quatro anos, mas desde 2016 decidiu se dedicar à diversão. Em Jaraguá do Sul, participou e venceu o primeiro campeonato. A partir dali, veio a confiança para dar outros passos.

Jogo a jogo, ele se consolidou entre os 12 melhores competidores do Fifa Ultimate Team – opção oferecida pelo Fifa 17 na qual os gamers montam equipes a partir do número de vitórias conquistadas. Lucas formou uma grande seleção de craques e seus bons resultados o colocaram no top 12 do ranking de jogadores das Américas.

Veja o desafio Elton Carvalho x Lucas Gonçalves no Fifa 17



O feito deu a ele a condição de disputar o Fifa Ultimate Team Championship Series, torneio em Miami promovido pela EA Sports, produtora do Fifa 17. Lucas participou na plataforma do Playstation 4 e, em sete jogos, somou seis vitórias e uma derrota. Campeão, levou ainda 20 mil dólares para casa.

Para manter a boa forma, o jovem passa de cinco a seis horas por dia em frente ao videogame. É a maneira de garantir bons resultados e evitar surpresas diante de adversários desconhecidos. Além dos treinos, Lucas passa boa parte do dia assistindo a jogos de adversários na internet. Segundo ele, esta também uma maneira de garantir a boa preparação e menos surpresas nas disputas.

– O Fifa 17 é um game de grande imprevisibilidade. O treino me ajuda a diminuir as chances de algo imprevisível acontecer – explica.

Vida totalmente dedicada aos treinos e jogos

A rotina de treinos e preparação só é possível porque Lucas concluiu os estudos do segundo grau, tem o apoio da família e consegue manter uma boa renda a partir de seus jogos. Sempre que é possível, o joinvilemse compete em disputas locais – das quais normalmente é o vencedor e acumula prêmios.

Outra maneira de arrecadar recursos é graças aos patrocinadores e agências, que pretendem gerenciar a carreira do jovem. Este suporte financeiro é fundamental para que ele mantenha o bom desempenho.

– Hoje, posso dizer que vivo numa boa condição. E conto também com o apoio de quem promove os campeonatos. Nas disputas internacionais, não há custos de viagem, alimentação e hospedagem – explica.

Apesar do sucesso, Lucas garante que irá voltar aos estudos após as disputas em Berlim. Ele pretende fazer uma faculdade para garantir a sequência da vida caso a carreira termine.

Antes disso, a meta é chegar até a semifinal em Berlim para garantir a participação em outro campeonato mundial, desta vez, em Londres.

– É um sonho poder jogar e conhecer vários países – conclui o campeão.

A NOTÍCIA

Notícias Relacionadas

Futebol 21/02/2017 | 21h19

Pelo fim da insatisfação no JEC

Nono colocado, Tricolor tenta vencer o Inter de Lages para deixar a zona de rebaixamento do Campeonato Catarinense

Futebol 05/02/2017 | 19h06

Mais eficiente, Criciúma derrota o JEC

Clássico no Estádio Heriberto Hülse contou com gol solitário de Jheimy, no primeiro tempo

 
 
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros