De virada, JEC vence o Tubarão em jogo de sete gols na Arena Joinville - Esportes - Santa

Futebol02/04/2017 | 20h24

De virada, JEC vence o Tubarão em jogo de sete gols na Arena Joinville

Resultado mantém o Tricolor vivo na disputa pelo título do returno do Catarinense

De virada, JEC vence o Tubarão em jogo de sete gols na Arena Joinville Salmo Duarte/Agencia RBS
Vitória suada teve duas viradas no marcador Foto: Salmo Duarte / Agencia RBS

A defesa do JEC esteve longe de fazer uma partida inspirada, mas o ataque desencantou, marcou quatro gols pela primeira vez na temporada e o Joinville conseguiu vencer o Tubarão por 4 a 3 na noite deste domingo, na Arena. O resultado deixa o Tricolor vivo na disputa pelo título do returno. Agora, o JEC soma 13 pontos, três atrás da líder Chapecoense.

Leia as últimas notícias sobre o Joinville Esporte Clube no AN.com.br

Já a briga contra o rebaixamento parece mais distante. O Joinville soma 20 pontos, ultrapassou o Tubarão e ocupa a quinta colocação geral. Na próxima rodada, o JEC volta a jogar em casa, diante do Inter de Lages, no sábado, às 19 horas.

A chuva de gols começou já no primeiro tempo. O Joinville abriu o placar aos 27 minutos, em boa jogada pela direita de Alex Ruan. Ele encarou a marcação da defesa do Tubarão, passou e mandou de perna esquerda. O goleiro Luiz Carlos colaborou e colocou a bola para dentro: 1 a 0 JEC.

O Tubarão chegou ao empate logo depois, numa jogada que repetiu ao longo dos 90 minutos: investidas pelo lado direito. Marcos Vinicius recebeu, partiu para cima de Gustavo e cruzou. Danrlei tentou afastar, a bola bateu em Daniel Costa e sobrou para Rentería marcar o gol do Tubarão.

O Tricolor voltou a ficar à frente numa bobeada da defesa do Tubarão. Lucas Costa deu condição para Aldair receber o passe de Alex Ruan e sair cara a cara com Luiz Carlos. O camisa 10 teve tranquilidade e deixou o JEC na frente.

Na volta do intervalo, o Tubarão cresceu a partir de uma mudança do Joinville que não deu certo. O técnico Fabinho Santos sacou Gustavo e lançou Juninho, recuando Alex Ruan. Esta alteração no lado esquerdo da defesa escancarou o setor.

Por ali, o time do Sul chegou à virada. Aos três minutos, Liel encontrou Rafael Ratão aberto pela direita. Ele cruzou para o meio e Daniel Costa recebeu livre para tocar no canto esquerdo do goleiro Matheus: 2 a 2. Cinco minutos depois, veio o terceiro. Desta vez, Rafael Ratão partiu para dentro, passou por Max e finalizou forte, sem defesa para Matheus: 3 a 2.

O placar adverso deixou o JEC atônito. O Tricolor não conseguia criar e ter tranquilidade para buscar a vitória. No desespero, passou a colocar bolas dentro da área. No fim, a estratégia deu certo. Caíque cruzou aos 31 minutos, Max ajeitou e Bruno Feliciano, que entrou na segunda etapa, igualou o marcador.

Com o placar de 3 a 3, o jogo ficou completamente aberto. O Tubarão teve oportunidades e não marcou. O Joinville aproveitou a ineficiência do rival e marcou aos 43, graças a outro jogador que veio do banco. Juninho chutou duas vezes após invadir a área e venceu Luiz Carlos para garantir a vitória por 4 a 3.

A NOTÍCIA

Notícias Relacionadas

Futebol 21/02/2017 | 21h19

Pelo fim da insatisfação no JEC

Nono colocado, Tricolor tenta vencer o Inter de Lages para deixar a zona de rebaixamento do Campeonato Catarinense

Futebol 05/02/2017 | 19h06

Mais eficiente, Criciúma derrota o JEC

Clássico no Estádio Heriberto Hülse contou com gol solitário de Jheimy, no primeiro tempo

 
 

Siga SantaEsporte no Twitter

  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteJoinville aguarda por instalação de geradores na Arena para enfrentar o Tupi esta noite https://t.co/2u7hSZhU5x #LeiaNoSantahá 5 minutosRetweet
  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteAtrás dos primeiros pontos na Série B, Criciúma recebe o América-MG https://t.co/OuvCZwiVso #LeiaNoSantahá 55 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros