Técnico do Criciúma comenta briga pelo returno: "Ainda dá para sonhar" - Esportes - Santa

de olho nos adversários10/04/2017 | 07h00Atualizada em 10/04/2017 | 07h00

Técnico do Criciúma comenta briga pelo returno: "Ainda dá para sonhar"

Time comandado por Deivid precisa vencer os dois jogos que tem pela frente e ainda torcer por resultados paralelos

Técnico do Criciúma comenta briga pelo returno: "Ainda dá para sonhar" Caio Marcelo / Especial/Especial
Foto: Caio Marcelo / Especial / Especial

Depois da vitória sobre o Tubarão na manhã deste domingo, o Criciúma garantiu mais três pontos e se mantém na briga pelo título do returno. Hoje os jogadores descansam e a reapresentação está marcada para a tarde de terça-feira, quando começa a preparação para enfrentar o Metropolitano, em Blumenau. Vencer o clássico regional não foi tarefa fácil, mas a vitória foi determinante para os planos do Tigre.

— Nós conseguimos ganhar a partida e ainda dá para sonhar com a conquista do returno. A gente sabe que é difícil, mas no campo do futebol nada é impossível. Esperamos que a gente faça nossa parte os jogos que restam para que a gente consiga sair campeão do turno — projetou o treinador.

Na partida de ontem, Diego Giaretta levou o segundo cartão amarelo e o vermelho, por conta de uma falta em cima de Rentería. Na avaliação do treinador e da comissão técnica do Tigre, o lance foi normal, e mais uma vez a arbitragem complicou a vida do Criciúma.

— Depois do que a Federação disse, eu não falo mais sobre arbitragem. Disse que os bandeiras e árbitros estão inseguros contra o Criciúma, então eu não falo mais. Foram cinco gols anulados contra o nosso time, um pênalti escancarado que não sei onde ele viu, o Rentería que apitou o pênalti, então agora vou falar só da parte técnica e tática — explicou.

Nos últimos cinco jogos, o Tigre só levou dois gols. Situação bem diferente da que vinha ocorrendo ao longo do campeonato, quando o Tigre chegou a ser a defesa mais vazada. O foco no trabalho defensivo mudou a cara do time, mas Deivid quer que o grupo se mantenha ofensivo e sempre em busca do gol.

— O que estou treinando diariamente é a parte defensiva, para que a gente não possa estar exposto como a gente estava. Os laterais ofensivos, o adversário vem jogando nas costas dos laterais, e nessa recomposição a gente precisa ser rápido, se não acaba sofrendo no contra-ataque — finalizou.

Leia mais:
Autor do gol contra o Tubarão, Pitbull aguarda término da rodada: "A gente fez a nossa parte"
Criciúma vence o Tubarão por 1 a 0 e continua na briga pelo título do returno
Goleiro do Criciúma espera atitude diante do Tubarão: "É fazer um grande jogo e vencer"
Confira a tabela do Campeonato Catarinense

 
 

Siga SantaEsporte no Twitter

  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteTop da Bola premia os destaques do Campeonato Catarinense 2017 https://t.co/UWYVLW03NT #LeiaNoSantahá 26 minutosRetweet
  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteChapecoense pede efeito suspensivo da reversão dos pontos e acesso a informações para fundamentar novo recurso https://t.co/RfoF812vdB #Le…há 1 horaRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros