Volante do Criciúma destaca trabalho na última semana de Catarinense: "Nosso nome em jogo" - Esportes - Santa

Versão mobile

despedida do estadual18/04/2017 | 19h11Atualizada em 18/04/2017 | 19h11

Volante do Criciúma destaca trabalho na última semana de Catarinense: "Nosso nome em jogo"

No domingo o Tigre recebe a campeã do returno, a Chapecoense

Volante do Criciúma destaca trabalho na última semana de Catarinense: "Nosso nome em jogo" Fernando Ribeiro/www.criciuma.com.br
Foto: Fernando Ribeiro / www.criciuma.com.br

De volta da folga após a rodada do último sábado, o elenco principal do Criciúma retomou os trabalhos na tarde desta terça-feira, no Centro de Treinamento do bairro Cristo Redentor. A última semana de trabalho pelo Catarinense encerra no domingo, contra a campeã do returno, a Chapecoense. Na despedida do estadual, o volante Ricardinho espera fazer um grande jogo.

— Trabalhar forte até porque no domingo é o nosso nome em jogo, a camisa do Criciúma, porque a gente tem objetivos grandes na temporada e não há tempo de descanso, nem de deixar cair e desanimar. A gente vai fazer uma boa semana de trabalho e um bom jogo no domingo — comenta.

Depois de um início de ano cheio de expectativas, entra elas chegar à final do Catarinense, o grupo lamenta alguns tropeços. O volante fala sobre a decepção de não estar na final, mas acredita que a disputa pelo acesso vai ser diferente.

—Fica um gosto ruim sem dúvida pois a gente trabalhou pra isso, acreditou, infelizmente vacilamos em vários pontos e por isso não estamos na final, mas a gente espera ter aprendido para na Série B ter o nosso maior objetivo do ano, que é o acesso — projeta.

Depois da partida contra a Chapecoense, às 19h de domingo, o Tigre se despede do estadual e o elenco vai tirar alguns dias de folga. Na volta, será realizada uma intertemporada até a estreia na Série B, marcada para o dia 13 de maio.

— Considero um período importantíssimo pois depois que começar a competição a gente não vai ter tanto tempo de trabalho, de organização de equipe, de tudo que pode ser feito. Depois são jogos um atrás do outro, viagens, e não tem tempo de treinar praticamente, então a gente espera aproveitar bem esse tempo para que a gente consiga entrar com time forte desde o início da competição, pois vai ficando cada vez mais difícil depois — pondera.

Leia mais:
Criciúma se reapresenta na terça-feira em clima de despedida do Catarinense
Volante Paulinho deve ser o novo reforço do Criciúma
Atacante do Criciúma se envolve em acidente de trânsito a caminho do Centro de Treinamento

Siga SantaEsporte no Twitter

  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteContagem regressiva: veja como estão os 10 times do Campeonato Catarinense https://t.co/SPdhUFig3J #LeiaNoSantahá 42 minutosRetweet
  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteAtletas de MMA contam a dificuldade de viver da luta em Santa Catarina https://t.co/UmGjjE16zd #LeiaNoSantahá 42 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca