Chapecoense vence o Lanús e segue com chances na Libertadores da América - Esportes - Santa

2 a 117/05/2017 | 23h58

Chapecoense vence o Lanús e segue com chances na Libertadores da América

Wellington Paulista e Luiz Otavio marcaram os gols do Verdão na partida

Chapecoense vence o Lanús e segue com chances na Libertadores da América EITAN ABRAMOVICH/AFP
Foto: EITAN ABRAMOVICH / AFP

A Chapecoense segue esperançosa na Libertadores da América. Na noite desta quarta-feira, na Argentina, o time catarinense venceu o Lanús por 2 a 1, com gols anotados por Wellington Paulista, no primeiro tempo, e Luiz Otavio, na etapa complementar. Sand, de pênalti, marcou o único tento dos argentinos no duelo. O resultado levou o Verdão aos sete pontos, mesma pontuação do Lanús, que fica à frente na classificação do Grupo 7 no saldo de gols. Na próxima rodada, a Chape tem pela frente o Zulia, da Venezuela, pela sexta rodada do torneio continental. A equipe do Oeste precisa apenas das próprias forças para garantir a classificação histórica na competição.

Chapecoense e Zulia entram em campo na terça-feira, às 19h30min, na Arena Condá, em Chapecó. Antes, pela Série A do Campeonato Brasileiro, no sábado, às 19h, o Verdão recebe o Palmeiras, pela segunda rodada do torneio.

Logo aos dois minutos, um susto. O goleiro Jandrei salvou o que seria o primeiro gol do time argentino contra o Verdão. Ele caiu no canto direito e espalmou uma jogada certeira de Herrera. O segundo lance de perigo do Lanús foi apenas aos 19, em uma tabela que acabou na finalização de Sand. O atleta mandou de perna esquerda e a bola saiu tirando tinta do travessão de Jandrei, que no minuto seguinte cortou nova investida do atacante argentino.

As investidas do time da casa pararam no ímpeto do lateral-esquerdo Reinaldo. Aos 23 minutos, ele se aproveitou de uma saída de bola errada do Lanús e lançou em profundidade para Arthur Caíke, na esquerda. O atacante cruzou na cabeça de Wellington Paulista, que só teve o trabalho de completar para o fundo das redes do goleiro Andrada e sair para o abraço.

O Lanús tentou responder rápido após sofrer o gol. Sand recebeu livre de Acosta e tentou tocar de cavadinha na saída do goleiro da Chape, mas o zagueiro Luiz Antonio estava atento e conseguiu tirar o perigo.

O Verdão ainda podia ter ampliado o marcador na primeira etapa. Aos 37, Apodi fez grande jogada pela direita, passou pela marcação e rolou para deixar Wellington Paulista de frente para o gol de Andrada, mas o atacante desperdiçou e mandou para fora.

Na segunda etapa, a Chapecoense até conseguiu segurar a pressão dos argentinos. Mais fechada, a equipe catarinense via a todo momento o Lanús chegar ao campo de ataque, mas sem lances que levavam perigo ao gol de Jandrei.

Mas, o herói do Verdão virou vilão. Aos 34 minutos, o atacante Wellington Paulista, autor do primeiro gol da Chape, colocou a mão na bola dentro da área e o juiz anotou pênalti. Sand bateu no canto direito e garantiu a igualdade do placar na Argentina. O revés no placar não durou muito tempo porque aos 43 minutos Reinaldo cobrou lateral na área e Luiz Otavio subiu para cabecear para o fundo das redes.

Escalação de Luiz Otavio questionada

Pouco antes de a bola rolar, a Chapecoense teria sido informada pela Conmebol de que não poderia escalar o zagueiro Luiz Otávio, que teria sido suspenso por três jogos após a expulsão contra o Nacional, pela quarta rodada da Libertadores. Mesmo assim, o clube mandou o atleta a campo. Luiz Otavio já havia cumprido um jogo de gancho, diante do Atlético Nacional, em Medellín, pela Recopa Segundo o jornalista Cahê Mota, do Globoesporte.com, o clube disse não ter sido informado, assim como a CBF.

Ficha técnica

LANÚS (1)
Andrada, José Gómez, Marcelo Herrera (Garcia), Braghieri e Pasquini; Martínez, Marcone, Aguirre (Denis); Silva (Toledo), Sand e Acosta.

Técnico: Jorge Almirón.

CHAPECOENSE (2)
Jandrei, Apodi, Luiz Otávio, Grolli e Reinaldo; Moisés Ribeiro (Moisés Gaúcho), Luiz Antônio (Nenén) e João Pedro (Osman Jr.); Rossi, Wellington Paulista e Arthur Caike.

Técnico: Vagner Mancini.

Gols: Wellington Paulista, aos 23 minutos do 1º tempo (C); Sand, aos 34 do 2º tempo (L); Luiz Otavio, aos 43 minutos do 2º tempo (C)
Cartões amarelos: Jandrei, Moisés Ribeiro, Reinaldo, Wellington Paulista (C);  Pasquini, Herrera (L)

Arbitragem: Wilson Lamouroux, auxiliado por Wilmar Navarro, Dionisio Ruiz (trio colombiano).
Local: Estádio La Fortaleza, na Argentina.

 

 
 

Siga SantaEsporte no Twitter

  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteDe virada e nos acréscimos, Chapecoense vence o Zulia https://t.co/gBMkTCM7Ym #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteConmebol tira três pontos da Chapecoense e clube promete recorrer da decisão https://t.co/7QtdhcpfTM #LeiaNoSantahá 6 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros