Cabo pede "silêncio e trabalho" para Figueirense deixar momento ruim - Esportes - Santa

Versão mobile

 

Série B21/06/2017 | 08h07Atualizada em 21/06/2017 | 08h07

Cabo pede "silêncio e trabalho" para Figueirense deixar momento ruim

Alvinegro chega ao sétimo jogo sem vitória na Segundona e entra na zona de rebaixamento ao perder por 3 a 2 para o Luverdense, no Scarpelli.

Cabo pede "silêncio e trabalho" para Figueirense deixar momento ruim Leo Munhoz/Agencia RBS
Marcelo Cabo enxerga pontos positivos, mas está incomodado com a sequência ruim na Série B Foto: Leo Munhoz / Agencia RBS
DC Esportes
DC Esportes

O Figueirense chegou ao sétimo confronto sem vitória na Série B do Campeonato Brasileiro. A derrota por 3 a 2 para o Luverdense, na noite de terça-feira, foi a terceira em cinco jogos em casa no Orlando Scarpelli. Para piorar, a equipe entrou na zona de rebaixamento da competição. Situações que convergem para uma clara má fase. E o técnico Marcelo Cabo demonstrou que tem a receita para que o momento difícil seja superado.

— Não temos o que lamentar porque sábado temos jogo contra o Santa Cruz (às 16h30min, fora de casa). Agora é hora de silencio e de trabalho para mudar este quadro. Mas pelo que vi da equipe e treinei nestes dias, vamos conseguir mudar a situação e conseguir a vitória na próxima partida — disse Cabo, em entrevista coletiva após o jogo.

De acordo com o treinador, a equipe fez uma boa apresentação no Orlando Scarpelli. No entanto, o desempenho não foi condizente com o resultado. Cabo acredita que os dois primeiros gols foram decorridos de falhas individuais enquanto o sistema de marcação funcionava. O terceiro, de bola parada, foi erro de tempo de bola dos alvinegros. Com o revés ainda na primeira etapa, ficou difícil mudar o placar.

- Ficamos chateados. Mas o que a equipe apresentou nos deixa otimistas e convictos no trabalho, com o que foi apresentado. Tivemos 26 finalizações e, infelizmente, fizemos apenas dois gols. Temos de melhorar, muito. Vamos corrigir. Temos a ciência de que foi não foi o que queríamos, ter vencido. Quando estava 2 a 2, pedi para abaixar a linha de marcação, para irmos ao intervalo com o empate, para conversar com os atletas. Mas sofremos o gol e no segundo tempo, gradativamente, tivemos intranquilidade, eles jogando atrás. Deixamos de pensar o jogo e apenas jogamos. Viramos uma presa fácil. Perdemos de novo em casa, mas esse o momento só se reverte com o trabalho. Vamos fazer isso para tentar voltar de Recife com a vitória.

O compromisso contra o Santa Cruz está marcado para as 16h30min de sábado. O confronto na Arena Pernambuco é válido pela 10ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Acesse a tabela da Série B
Leia mais notícias sobre o Figueirense


 
Jornal de Santa Catarina
Busca