Luiz Carlos Winck comanda o Criciúma em busca do primeiro triunfo na Série B - Esportes - Santa

Versão mobile

Fora de casa06/06/2017 | 07h20Atualizada em 06/06/2017 | 07h20

Luiz Carlos Winck comanda o Criciúma em busca do primeiro triunfo na Série B

Tigre precisa pontuar, de preferência com vitória, se quiser deixar para trás a incômoda 19ª posição

Luiz Carlos Winck comanda o Criciúma em busca do primeiro triunfo na Série B Arte DC/Diário Catarinense
Foto: Arte DC / Diário Catarinense

Depois de conquistar o primeiro ponto pela Série B do Brasileirão, o Criciúma tem pela frente um adversário invicto na competição. O Juventude, terceiro colocado, recebe o time catarinense no Estádio Alfredo Jaconi, às 19h15min desta terça-feira, e quer manter o bom desempenho. Já o visitante precisa pontuar, de preferência com vitória, se quiser deixar para trás a incômoda 19ª posição.

O técnico Luiz Carlos Winck aposta na marcação, mas pode ter mais cartas na manga. Ele conhece bem o adversário, já que veio do rival Caxias e ganhou os três clássicos disputados no ano.

Não faz nem uma semana que o novo comandante chegou, mas no empate em 0 a 0 contra o Luverdense, o Criciúma já mostrou características diferentes. A linha de dois volantes se manteve durante toda a partida, dando mais segurança ao setor defensivo. O ponto conquistado melhorou a autoestima e o ânimo do grupo, o que deve refletir em campo nas próximas rodadas. A velocidade na transição da bola também melhorou, mas Winck quer ainda mais.

— Quero que minha equipe tenha transição ofensiva ainda mais rápida, saindo de trás compactada. O nosso time acostumou. Cada um tem uma filosofia e eu respeito a do Deivid, trabalhar a posse de bola. Isso tornou uma equipe mais lenta. Eu preciso ter mais agressividade, seja na marcação ou ataque, uma equipe mais aplicada, então vamos ajustando com o tempo — definiu o treinador.

Apesar do retrospecto negativo do Juventude diante do agora técnico do Criciúma, o bom momento que o time vive na competição é o suficiente para manter a confiança do torcedor. O alviverde tem duas vitórias e dois empates em quatro jogos, com 66,6% de aproveitamento.

Para a partida, a única dúvida do técnico Gilmar Dal Pozzo é entre os atacantes Ramon e Caprini. Recuperado de uma entorse no tornozelo, o lateral-direito Tinga vai para o jogo, mas o treinador ainda não pode contar com Pará. O lateral-esquerdo também desfalcou o Ju no empate em 1 a 1 contra o Inter na última rodada, e ainda não conseguiu se recuperar do inchaço e das dores no pé direito.

FICHA TÉCNICA

Juventude
Matheus Cavichioli; Tinga (Vinícius), Domingues, Ruan Renato e Bruno Collaço; Fahel e Lucas; Juninho, Leílson e Ramon (Caprini); Tiago Marques

Técnico: Gilmar Dal Pozzo

Criciúma
Luiz; Diogo Mateus, Raphael Silva, Nino e Marlon; Barreto, Jocinei e Alex Maranhão; Caio Rangel, Zé Roberto e Fabinho Alves

Técnico: Luiz Carlos Winck

Arbitragem: Francisco Carlos do Nascimento, auxiliado por Pedro Jorge de Araújo e Esdras Mariano Albuquerque (trio do AL)
Horário: 19h15min
Local: Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS)

Leia mais:
5 missões para Luiz Carlos Winck no Criciúma
Rodrigo Faraco: Deivid saiu detonando a diretoria do Criciúma

Veja a tabela da Série B


Siga SantaEsporte no Twitter

  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteMilik desfalca Napoli por 4 meses após cirurgia no joelho https://t.co/1HpQdsuTrg #LeiaNoSantahá 15 minutosRetweet
  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsportePresidente da Juventus é condenado a um ano de suspensão https://t.co/uxDbs0yJVg #LeiaNoSantahá 24 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros