Modric depõe em julgamento que sacode o futebol croata - Esportes - Santa

Versão mobile

Osijek13/06/2017 | 16h48

Modric depõe em julgamento que sacode o futebol croata

Luka Modric, jogador do Real Madrid, compareceu ao tribunal de Osijek, nesta terça-feira, em julgamento sobre transações fraudulentas que está mexendo com o futebol croata.

O meia prestou depoimento no processo aberto contra o ex-presidente do Dinamo Zagreb, Zdravko Mamic, considerado o chefão do futebol do país.

Mamic é investigado por desviar aproximadamente 15,6 milhões de euros relacionados com a contratação de vários jogadores. A Procuradoria também o acusa de ter evadido 1,6 milhões de euros.

Os grandes beneficiados por essas transações, conseguidas supostamente por meio de contratos fictícios, seriam o irmão e treinador Zoran Mamic, um funcionário fiscal e um dirigente da Federação Croata (HNS), Damir Vrbanovic.

Os irmãos Mamic teriam obtido a maior parte do dinheiro, aproximadamente 12 milhões de euros, segundo a Procuradoria.

Durante sua presença no tribunal, Modric se dirigiu ao estrado sem sequer olhar para os acusados. O meia falou sobre a transferência que marcou a saída do Dinamo Zagreb para o Tottenham, em 2008.

"Assinei pelo Tottenham por aproximadamente 21 milhões de euros e recebi uma parte dessa quantia", em virtude de um acordo que chegou com o Dinamo. O jogador e o clube dividiriam os ganhos de uma hipotética transação, explicou o croata.

"Quando o dinheiro do Tottenham caiu na conta do Dinamo, eu recebi a metade", acrescentou o jogador, que foi contratado pelo Real Madrid em 2012.

Depois de receber sua parte, Modric explicou que deu uma porcentagem para Zdravko Mamic para acertar um acordo individual que tinha com ele.

Modric estava nervoso e explicou que não entregou o dinheiro diretamente para Mamic, mas para um filho e para um irmão dele.

Segundo a imprensa croata, Modric também reconheceu ter transferido para a família Mamic sete dos nove milhões que recebeu depois da transferência para o Tottenham se oficializar.

Além disso, o zagueiro do Liverpool Dejan Lovren também vai precisar prestar depoimento, na quarta-feira, sobre sua saída do Dinamo Zagreb para o Lyon, em 2010.

- "Como uma estrela de Hollywood" -

Zdravko Mamic é um personagem temido e odiado na Croácia. Muitos torcedores o acusam de usar a Federação do país a sua maneira. O presidente da HNS é o ex-atacante do Real Madrid, Davor Suker, que seria sua marionete no cargo.

Segundo a imprensa local, o julgamento precisou se mudar para Osijek para garantir a neutralidade, já que Mamic parece ter laços muito estreitos com os magistrados da capital croata.

O principal acusado, por outro lado, qualificou o julgamento como uma "falácia repugnante", ao mesmo tempo que diz sentir-se como "uma estrela de Hollywood". Os habitantes de Osijek se aproximam para cumprimentá-lo.

Mamic reconheceu ter financiado a campanha política da presidenta Kolinda Grabar-Kitarovic no passado e acusou o julgamento de "processo político". Disse, também, que os procuradores eram "mentirosos e manipuladores".

Um dos magistrados, Sven Miskovic obteve reforço na segurança pessoal depois de ser insultado por Mamic. "Não posso ser sempre perfeito", falou o acusado a respeito do caso.

Mamic afirmou que não é um criminoso e se definiu como "o criador do Dinamo moderno".

"Foi com minha chegada ao clube no ano 2000 que começou a luta contra a corrupção", acrescentou.

O futebol croata é um viveiro de talentos, mas sofre pela deterioração das infraestruturas, corrupção e hooligans, famosos durante a Eurocopa de 2016.

ljv/ng/jma/psr/fa

* AFP

Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros