Ansiedade em deixar o Z-4 atrapalha o Avaí, aponta Claudinei Oliveira - Esportes - Santa

Versão mobile

Série A14/07/2017 | 08h04Atualizada em 14/07/2017 | 08h04

Ansiedade em deixar o Z-4 atrapalha o Avaí, aponta Claudinei Oliveira

Treinador acredita que desejo de escapar de zona incômoda foi preponderante para escolhas erradas no revés por 4 a 1 para o Coritiba

Ansiedade em deixar o Z-4 atrapalha o Avaí, aponta Claudinei Oliveira Leo Munhoz/Agencia RBS
Treinador acredita que equipe sofreu pelo desejo de deixar a zona de rebaixamento Foto: Leo Munhoz / Agencia RBS
DC Esportes
DC Esportes

O Avaí perdeu grande chance de sair da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Diante do Coritiba, o 4 a 1 sofrido também derrubou a sequência invicta da equipe, que durou três jogos. Estes dois fatores passaram pela análise que o técnico Claudinei Oliveira fez do revés na Ressacada, na noite de quinta-feira. Para o treinador, a derrota pode ter relação com vontade de deixar o Z-4

— Esperávamos um resultado melhor e acho que ansiedade de sair da zona de rebaixamento interferiu na tomada de decisão, em definir o jogo. Tivemos decisões equivocadas, erramos no que não estávamos acostumados a errar. Acho que isso nos atrapalhou, pedi na prelação para terem tranquilidade. Faltou isso para nós, esperar o melhor momento. Precisávamos da vitória, mas de qualquer jeito não se ganha. Foi uma rodada atípica, em que apenas o Sport ganhou como mandante. Isso mostra que tá difícil o Brasileiro, que em casa você tem que se expor e propor o jogo e causa uma situação perigosa — disse o comandante do Leão, em entrevista coletiva.

A equipe azurra passou a invencibilidade sem tomar gols. Sofreu logo quatro diante do Coritiba. O primeiro logo aos 10 minutos de bola rolando, em uma penalidade máxima, e o Avaí empatou pouco depois, com Marquinhos. Mas sofreria outro ainda no primeiro tempo e os outros dois na etapa complementar – sendo um deles oriundo de falha do goleiro Douglas, destaque da equipe nos últimos confrontos.

O Leão buscou o resultado para tentar sair da zona de rebaixamento. Tanto que o treinador mudou na forma da equipe atuar para tentar o resultado positivo. Foi propor o jogo, mas não teve sucesso.

— Propor o jogo é difícil. O Grêmio ganhou do Flamengo que pode propor o jogo. É difícil, porque você se expõe. As equipes, taticamente, estão mais estruturadas, sabem se defender bem. É mais cômodo ser uma equipe reativa, como o Corinthians é líder do campeonato. Eles propõe e ganham com placar apertado. Nossa forma de jogar é eficaz porque os resultados mostram que está certa. Mas em uma oportunidade de vencer em casa para sair da zona de rebaixamento nos obrigava a exposição. Quando tivermos chances, temos de aproveitar e sermos eficientes. Temos de melhorar para propor o jogo. Estamos tentando, mudando o sistema, alterando peças. Podemos tentar mudar a formação, criar alternativas para resolver o problema.

O próximo compromisso do Avaí será às 19h de domingo. A equipe azurra enfrenta o Bahia, às 19h de domingo, na Fonte Nova. O Leão terá os desfalques de Juan e Judson, suspensos.

Acesse a tabela do Brasileirão Série A 
Leia mais notícias sobre o Avaí

 
 
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros