Augusto Ittner: Handebol de Blumenau confirma vaga na Liga Nacional - Esportes - Santa

Versão mobile

Esportes21/07/2017 | 20h09Atualizada em 21/07/2017 | 20h11

Augusto Ittner: Handebol de Blumenau confirma vaga na Liga Nacional

A competição começará dia 30 deste mês e o time blumenauense está na Conferência Sul/Sudeste

Augusto Ittner: Handebol de Blumenau confirma vaga na Liga Nacional Lucas Correia/Agência RBS
Meninas trabalham com foco nos desafios que terão pela frente Foto: Lucas Correia / Agência RBS

Pode parecer estranho para quem se acostumou a todos os anos ver rifas sendo vendidas e chapéus serem passados, mas o handebol feminino de Blumenau (Abluhand/Furb/FMD) confirmou — sem muitas dificuldades — a participação na Liga Nacional deste ano. O time liderado dentro e fora das quadras pelo incansável Sérgio Graciano terá um apoio mais maciço da Fundação Municipal de Desportos e, por isso, não precisará passar pelos perrengues de outros anos — na prática, a FMD auxiliará principalmente com as viagens para os confrontos fora de casa.

A competição começará dia 30 deste mês e o time blumenauense está na Conferência Sul/Sudeste, ao lado de Pinheiros-SP, Guarulhos-SP, Metodista-SP, Maringá-PR, Cascavel-PR, Concórdia e Caxias-RS, este último que será o adversário de estreia, no ginásio do Sesi. O campeonato será em turno único e as quatro melhores avançam para uma segunda fase que terá duas chaves com cinco times, em que os dois primeiros avançam para um quadrangular final em sede fixa, na metade de novembro.

O time liderado dentro e fora das quadras pelo incansável Sérgio Graciano  Foto: Lucas Correia / Agência RBS

O time blumenauense se dividirá em duas competições antes de estreia: parte do elenco embarcou para os Joguinhos Abertos de Santa Catarina e outras atletas formarão a equipe que disputará os Jogos Universitários Catarinenses (Jucs). Todas se reapresentam ao treinador no sábado da próxima semana, dia 29 de julho, para um último treino e última conversa antes de iniciar mais uma trajetória na principal competição do handebol feminino no país.

:: Leia mais colunas de Augusto Ittner

Graciano perdeu apenas uma atleta, a armadora Caroline, que foi para a Europa. De quebra, para incrementar o grupo remanescente do ano passado e preencher o espaço deixado, trouxe para posição outras duas jogadoras: Vaniele, 22 anos, que estava em Itajaí, e Ana Carolina, 20, que atuou até o início do ano pelo time de Piracicaba (SP). Tudo para qualificar o time para as pedreiras que terá pela frente, já que praticamente todos os adversários investiram em contratações, o que eleva o nível da competição.

:: Com forte vínculo com Blumenau, Seleção Brasileira feminina de handebol estreia no Pan-Americano neste domingo
:: 
VÍDEO: Técnico blumenauense fala sobre experiência na Seleção Brasileira de Handebol

Mas, como a gente está cansado de saber, no handebol feminino Blumenau é Blumenau. Mesmo sem trazer muitas atletas de outras cidades, apenas o fato de colocar em quadra as meninas daqui já é suficiente para incomodar e, até mesmo, pleitear algo dentro da competição. A aposta é no entrosamento das meninas que jogam juntas há anos e se conhecem muito bem. Veremos. O primeiro desafio em casa precisa ser superado e fica o convite para o torcedor já se programar: domingo, 17h, no ginásio do Sesi com entrada gratuita. Temos que prestigiar.

:: Confira outras notícias de Blumenau e região em santa.com.br

 
 

Siga SantaEsporte no Twitter

  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteAugusto Ittner: Blumenau será sede do maior evento de esporte master do Brasil em 2018 https://t.co/U4YnlEPYAj #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteAugusto Ittner: Vôlei de Blumenau inicia mapeamento de atletas para disputa da Superliga B https://t.co/xo0z0Jjhc2 #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros