Augusto Ittner: Para enxugar despesas, Metrô começa a emprestar jogadores - Esportes - Santa

Versão mobile

Esporte23/07/2017 | 18h42Atualizada em 23/07/2017 | 18h42

Augusto Ittner: Para enxugar despesas, Metrô começa a emprestar jogadores

Após o fim da Série D pelo menos quatro atletas que pertencem ao clube foram para outras equipes

Lateral Rodolfo é um dos que embarcou para o futebol capixaba. Foto: Lucas Correia / Agência RBS

O Metrô começou a secar as despesas até o fim desse ano. Alguns atletas revelados pelas categorias de base e com contrato mais longo foram emprestados. É o caso do meia Beto, que foi para o Concórdia, do atacante Henrique, que está no Operário de Mafra, e do lateral Rodolfo (foto) e o zagueiro Maurício, que pegaram um voo até Itapemirim, no Espírito Santo, para atuar pelo Atlético-ES.

Outros atletas como Igor Candiota e Zé Lucas também já foram embora. O primeiro disputará a Série B do Catarinense pelo Camboriú enquanto o segundo acertou com o Famalicão, da segunda divisão de Portugal. Foi a saída que a diretoria encontrou para otimizar os gastos e preparar terreno para o que virá daqui para frente.

Jornal de Santa Catarina
Busca