Blumenau Esporte Clube goleia, mas sonho do título antecipado é adiado - Esportes - Santa

Versão mobile

Série C do  Catarinense23/07/2017 | 17h16Atualizada em 23/07/2017 | 17h27

Blumenau Esporte Clube goleia, mas sonho do título antecipado é adiado

Tricolor bateu a Caçadorense por 5 a 0, mas vitória do CEC/Orleans deu o título do returno ao time do Sul do Estado

Blumenau Esporte Clube goleia, mas sonho do título antecipado é adiado lucas correia/Agencia RBS
Foto: lucas correia / Agencia RBS

O dia era perfeito para a prática esportiva, mas mal sabia a Caçadorense que no Estádio do Sesi não haveria um jogo e sim um passeio. Enquanto para o torcedor na arquibancada a ideia era ficar com um olho no peixe e outro no gato, o Blumenau Esporte Clube fazia – muito bem feito, diga-se de passagem – a sua parte para garantir o título antecipado da Série C do Catarinense. Tudo bem que o primeiro gol demorou longos 22 minutos para sair, mas em um dia iluminado, Lucas Bitoca tornou-se o menino da porteira: com três gols marcados dos cinco que saíram no primeiro tempo, o atacante foi responsável por inaugurar a sacola que resultaria na goleada do Tricolor. Mas enquanto a boiada passava e a poeira ia baixando, cada vez mais a partida entre CEC/Orleans e Imbituba no Sul do Estado tinha mais importância do que o próprio confronto em solo blumenauense.

E pelo menos ao fim dos primeiros 45 minutos, tudo dava certo. Os 5 a 0 no Sesi e o empate sem gols no Estádio Osmundino Matheus davam não só o título da Terceira Divisão ao clube blumenauense como também o sonhado acesso à Série B do Estadual. O duelo, por aqui, pouco interessava. Teve até sorteio de rifa com bola rolando – com uma belíssima bicicleta como primeiro prêmio, vale destacar. Mas enquanto o tio do som pedia para que a torcida parasse de fazer batuques para poder pegar um número em meio à sacola, as centenas de secadores ligados na direção Sul da BR-101 deixavam de funcionar: logo no começo do segundo tempo o CEC/Orleans abria o placar e jogava uma caçamba de água gelada no torcedor do Blumenau Esporte Clube. Fazer a sua parte, naquele momento, não era mais o único caminho possível. O 2 a 0 que viria 10 minutos depois, então, praticamente selava a necessidade de uma decisão.

— Posso fazer o primeiro jogo da final no sábado dia 5? — perguntou o presidente do Blumenau, Wanderlei Laureth, a um representante da Federação Catarinense de Futebol (FCF) no momento em que soube do segundo gol feito no Sul.

Enquanto tudo se desenhava para uma decisão, o Tricolor esfriava os ânimos e tirava o pé. Os 5 a 0 pareciam de bom tamanho diante da tarde cujas temperaturas caíam em Blumenau. Próximo ao túnel de acesso aos vestiários, o que antes era a montagem da estrutura para a comemoração do título, se transformou na desmontagem minutos depois. Uma Chevrolet Spin branquela, com placas de Balneário Camboriú, que em seu interior carregava no banco do carona o dourado troféu da Série C, pelo menos pelas próximas duas semanas ainda ficará com a taça para si.

O resultado fez o Blumenau Esporte Clube terminar o returno na segunda colocação. Com nove pontos, o CEC/Orleans garantiu o adiamento da festa tricolor e a disputa da decisão na Série C do Catarinense. A primeira partida da final está marcada para o próximo domingo, às 15h, em Orleans. Caso o pedido de Laureth seja aceito pela federação, o jogo de volta ocorrerá no sábado, dia 5 de agosto, às 16h, no Sesi.

 
 

Siga SantaEsporte no Twitter

  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteTorcedores do Monaco criticam atitude de Mbappé https://t.co/3kQZwpQUEy #LeiaNoSantahá 7 minutosRetweet
  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteEspanhóis Thiago e Javi Martínez voltam aos treinos no Bayern de Munique https://t.co/bfMjcR1pRh #LeiaNoSantahá 7 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros