Edson volta ao gol do Criciúma e busca melhorar seus números - Esportes - Santa

Versão mobile

Série B17/07/2017 | 15h54Atualizada em 17/07/2017 | 15h54

Edson volta ao gol do Criciúma e busca melhorar seus números

Titular e capitão, Luiz cumpre suspensão diante do Boa, nesta terça-feira

Edson volta ao gol do Criciúma e busca melhorar seus números Fernando Ribeiro/Criciúma EC
Goleiro volta a atuar, por causa de suspensão de Luiz Foto: Fernando Ribeiro / Criciúma EC
DC Esportes
DC Esportes

Luiz é referência do Criciúma, e não apenas por ser o capitão. É dos notáveis do plantel tricolor por ser uma liderança também no aspecto técnico. É rara a partida, inclusive na boa fase vivida pelo Tigre, em que tem intervenções importantes, quando não é destaque. Porém, terça-feira, contra o Boa Esporte, em Varginha, pela Série B do Brasileirão, o camisa 1 ficará de fora. O técnico Luiz Carlos Winck vai confiar a meta ao goleiro Edson.

O arqueiro é o imediato de Luiz, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Edson tem a seu favor ter sido utilizado ao longo da temporada, embora a equipe não tenha tido resultados bons quando estava ele a proteger a baliza carvoeiro. Edson fez 10 jogos pela equipe na temporada. Inclusive, era ele o camisa 1 da equipe na estreia da Série B, o revés por 2 a 1 para o Santa Cruz, no Heriberto Hülse. Esta foi uma das cinco derrotas da equipe com ele na meta. Teve ainda três empates e duas vitórias, ambas no Campeonato Catarinense. Foi requisitado pelo então técnico Deivid para atuar em um mês, enquanto Luiz tratava de lesão.

Por outro lado, Winck contará com o retorno de três atletas. O lateral-direito Diogo Mateus, volante Barreto e atacante Silvinho cumpriram suspensão na vitória sobre o Goiás, por 1 a 0, na sexta-feira, e voltam a ficar disponíveis. O trio viajou com os outros 15 companheiros para o interior mineiro. Hoje, o apronto ocorre em Varginha e no dia seguinte, às 21h30min, o Tigre encara o Boa Esporte, no estádio municipal daquela cidade.

Com 20 pontos, o Criciúma busca ampliar a série de nove partidas de invencibilidade e ficar perto de entrar na zona de classificação à elite nacional.

—A questão dos nove jogos nem gosto de falar, porque traz uma carga de responsabilidade em cima da equipe. Fico feliz demais porque dos 11 jogos sob meu comando, tivemos apenas uma derrota. Isso é importantíssimo — relativiza Winck.

Leia mais:
Criciúma vence o Goiás e volta a se aproximar da zona de acesso à elite
Leia mais informações sobre o Criciúma 
Acesse a tabela da Série B

Siga SantaEsporte no Twitter

  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsportePresidente quer deixar o JEC mais "saudável" até o fim de sua gestão https://t.co/75F8AZHNPy #LeiaNoSantahá 6 minutosRetweet
  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteFutebol mexicano suspende atividade após terremoto https://t.co/eNS01xtk9C #LeiaNoSantahá 6 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros