Em nota, Joinville demonstra indignação com erro de arbitragem em empate fora, pela Série C - Esportes - Santa

Versão mobile

Irritado11/07/2017 | 15h19Atualizada em 11/07/2017 | 15h19

Em nota, Joinville demonstra indignação com erro de arbitragem em empate fora, pela Série C

Além de lamentar a falha no lance que mudou o resultado ante o Mogi Mirim, clube manifesta pesar com arbitragens em campeonatos nacionais

Em nota, Joinville demonstra indignação com erro de arbitragem em empate fora, pela Série C Betio Lima/Joinville EC
Equipe tricolor é prejudicada por arbitragem em duelo no interior de SP Foto: Betio Lima / Joinville EC
DC Esportes
DC Esportes

O Joinville não aceita calado o erro de arbitragem que custou a vitória sobre o Mogi Mirim, fora de casa, pela nona rodada da Série C do Campeonato Brasileiro. Nesta terça-feira, dia seguinte ao confronto no estádio Vail Chaves, o clube manifestou indignação com a falha do árbitro José Ricardo Vasconcellos Laranjeiras e o auxiliar Esdras Mariano de Lima Albuquerque por ter validado uma jogada irregular que gerou o 1 a 1.

O JEC considerou o erro como "grosseiro". Aos 25 minutos do segundo tempo, a bola cruzou a linha de fundo e os jogadores do Joinville pararam acreditando que a bola saiu do campo de jogo. No entanto, árbitro e auxiliar não apitaram a saída da redonda e o Mogi chegou ao gol da igualdade.

Além da indignação, o Joinville Esporte Clube lamentou ter sido prejudicado por uma falha que continua "prejudicando o futebol brasileiro de fora geral", e que ira encaminhar as imagens do lance para que a CBF imponha punição aos árbitros que estavam no comando da partida. (Confira a íntegra da nota a seguir).

O JEC volta a campo às 15h de domingo. Na Arena Joinville, a equipe tricolor encara o Ypiranga-RS, que soma 13 pontos e está na segundo colocação. O Joinville é o sétimo.

Nota oficial contra erro de arbitragem em Mogi Mirim

O Joinville Esporte Clube por meio desta manifesta sua profunda indignação contra o erro grosseiro cometido pela arbitragem do jogo Mogi Mirim x Joinville, na noite da última segunda feira (10). Em lance ocorrido aos 25 minutos do segundo tempo, o árbitro José Ricardo Vasconcellos Laranjeiras e o auxiliar Esdras Mariano de Lima Albuquerque, ambos da Federação Alagoana de Futebol, ignoraram a saída da bola em mais de um metro pela linha de fundo, momento em que todos os atletas envolvidos viram a saída da bola e não deram continuidade à jogada, exceto um atleta do Mogi-Mirim, Ivailson da Silva Gabriel (Tatuí), que optou por ludibriar a todos, em ato totalmente contrário ao fair play, obtendo vantagem indevida e culminando no gol de empate, de forma irregular, para o Mogi Mirim E.C.

O Joinville ainda lamenta que erros de tal gravidade continuem prejudicando não só o Clube mas o futebol brasileiro em geral, maculando e viciando os resultados esportivos obtidos em campo. Por fim, o Joinville encaminha DVD com o lance em questão, clamando e esperando que a Confederação Brasileira de Futebol tome as medidas necessárias junto à sua Comissão de Arbitragem para que falhas como essa não voltem a se repetir no futebol brasileiro, assim como, que o Joinville venha ser reparado pelos prejuízos que lhe foram causados com a péssima atuação da arbitragem na partida de ontem.

Diretoria Executiva Joinville Esporte Clube

Leia as últimas notícias sobre o Joinville Esporte Clube no AN.com.br

Jornal de Santa Catarina
Busca