Halep eliminada por Konta em Wimbledon; Pliskova é nova nº1 do mundo - Esportes - Santa

Versão mobile

Wimbledon11/07/2017 | 15h22

Halep eliminada por Konta em Wimbledon; Pliskova é nova nº1 do mundo

AFP
AFP

A tcheca Karolina Pliskova se tornará a nova número 1 do mundo, beneficiada pela derrota desta terça-feira da romena Simona Halep (N.2) para a britânica Johanna Konta nas quartas de final de Wimbledon.

Após vencer Halep em três sets, parciais de 6-7 (2/7), 7-6 (7/5) e 6-4, Konta, sexta cabeça de chave do torneio, se tornou a primeira britânica a alcançar às semifinais de Wimbledon desde Virginia Wade em 1978.

Com as eliminações precoces em Wimbledon da atual número 1 do mundo, a alemã Angelique Kerber (oitavas de final), e de Pliskova (segunda rodada), Halep, número 2 do mundo, precisava alcançar às semifinais para se tornar a nova líder do ranking WTA, mas acabou caindo a uma rodada do objetivo.

Com isso, Pliskova, número 3 do mundo e que tinha menos pontos a defender que Kerber e Halep, assumirá o topo do ranking.

Esta é a terceira vez no ano que Halep desperdiça a chance de assumir o primeiro lugar do ranking.

A romena esteve a uma vitória do objetivo quando chegou à final de Roland Garros e durante o torneio de Eastbourne, mas perdeu os dois confrontos decisivos. Nesta terça, chegou a ficar a dois pontos do número 1 do mundo no tie-break do segundo set (5-5), mas acabou levando a virada de Konta.

A próxima adversária de Konta, 'queridinha da casa', será a americana Venus Williams, que se tornou aos 37 anos a semifinalista de Wimbledon de maior idade desde 1994, depois de derrotar a letã Jelena Ostapenko, atual campeã de Roland Garros.

- Venus ressurge -

Venus, número 11 do mundo e cinco vezes campeã em Wimbledon, a última vez há 9 anos, venceu em dois sets, parciais de 6-3, 7-5.

Para encontrar um precedente de longevidade semelhante em Wimbledon é preciso voltar a 1994 com Martina Navratilova, que chegou às semifinais daquela edição do Grand Slam londrino com a mesma idade de Venus.

A ausência por gravidez da irmã de Venus, Serena Williams, campeã das últimas duas edições de Wimbledon, abriu as portas para outras jogadores erguerem o cobiçado troféu.

Outra postulante ao título é a espanhola Garbiñe Muguruza, que mais cedo se tornou a primeira semifinalista ao derrotar a russa Svetlana Kuznetsova (8ª) em dois sets, 6-3, 6-4.

A finalista da edição de 2015 do Grand Slam londrino conquistou a quarta vitórias consecutiva sobre Kuznetsova, que só venceu a espanhola uma vez em cinco jogos.

A russa, campeã do US Open-2004 e de Roland Garros-2009, realizava sua volta às quartas de final de Londres dez anos após chegar pela primeira vez a esta fase do torneio.

Já Muguruza, número 15 do mundo, volta a disputar as semifinais de um Grand Slam desde que conquistou Roland Garros no ano passado.

Desde então, a espanhola havia sido derrotada na segunda rodada de Wimbledon e do US Open do ano passado. Nesta temporada, foi eliminada nas quartas de final do Aberto da Austrália e nas oitavas em Roland Garros.

Muguruza enfrentará por uma vaga na final a vencedora do confronto entre a americana Coco Vandeweghe (25ª) e a eslovaca Magdalena Rybarikova (87ª).

- Resultados desta terça-feira em Wimbledon:

Simples feminino (Quartas de final):

Garbiñe Muguruza (ESP/N.14) x Svetlana Kuznetsova (RUS/N.7) 6-3, 6-4

Venus Williams (EUA/N.10) x Jelena Ostapenko (LET/N.13) 6-3, 7-5

Johanna Konta (GBR/N.6) x Simona Halep (ROM/N.2) 6-7 (2/7), 7-6 (7/5), 6-4

* AFP

 
 
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros