Criciúma treina no Heribero Hülse e Silvinho fala sobre pausa na Série B: "Saudade é grande" - Esportes - Santa

Versão mobile

período de treinos06/09/2017 | 17h21Atualizada em 06/09/2017 | 17h25

Criciúma treina no Heribero Hülse e Silvinho fala sobre pausa na Série B: "Saudade é grande"

Atacante do Tigre não vê a hora da bola voltar a rolar no Majestoso

Criciúma treina no Heribero Hülse e Silvinho fala sobre pausa na Série B: "Saudade é grande" Guilherme Hahn / Especial/Especial
Foto: Guilherme Hahn / Especial / Especial

Dezoito dias para melhorar a parte física, rever conceitos e colocar os jogadores em forma. A pausa do Criciúma na Série B tem sido benéfica para o time de Luiz Carlos Winck, mas a saudade de fazer a bola rolar no Heriberto Hülse começou a bater. No sábado, às 16h30min, o Tigre recebe o Luverdense pela 23ª rodada da Série B. O treino desta tarde foi no estádio, e o atacante Silvinho é um dos jogadores não vê a hora de voltar a entrar em campo.

— Com certeza, o grupo todo, pegamos essas semanas só treinando, muito trabalho físico, muita força, muitos jogadores não gostam mas é necessário. O time teve uma melhora muito grande nessa parte, fizemos alguns testes que o pessoal queria fazer, alguns estavam abaixo, deu para recuperar todo mundo, teve jogadores que foram afastados no começo para melhora, hoje está tudo bem, mas a saudade é grande — comentou o jogador.

Winck também aproveitou o período de treinamentos para testar alguns jogadores, e também a posição deles. No caso de Silvinho, ele apareceu pela direita, na esquerda e também como opção pelo meio. Para o atacante, é indiferente o local do campo onde ele vai jogar, desde que esteja entre os escolhidos do treinador para a partida no final de semana.

— Posso jogar até de zagueiro, o Winck me colocando para começar jogando. Eu converso bastante com ele, as posições que gosto de jogar, já joguei ali no meio de falso centroavante, na Chapecoense joguei muito tempo na direita, aqui mais pela esquerda, acho que nas três posições do ataque eu consigo fazer tranquilo. Tudo depende dele, que vai escolher a equipe que acha que deve começar para o jogo de sábado, onde ele me colocar vou tentar ajudar — disse.

Na retomada da Série B, o jogador foi enfático sobre a necessidade de minimizar os erros. Perder pontos em casa está fora de questão, e nas partidas fora, é importante pontuar. Com 46 pontos, os matemáticos dizem que o time se garante na Série B deste ano, mas Silvinho não quer saber de pensar pequeno. Ele e o grupo querem ver o Criciúma na parte de cima da tabela, e com grande jogos no Majestoso, somar resultados positivos.

— A gente tem que ser um pouco mais sólido dentro de casa. Teve jogos que estava ganhando e cedeu o empate, até mesmo tomou a virada, mas acho que o time está tranquilo, as três derrotas que tivemos no primeiro turno já conseguimos reverter agora em uma vitória e dois empates. Eu acho que o time está em uma ascensão grande, sabemos que esses dois jogos são muito importantes dentro de casa, se conseguirmos os resultados positivos a gente vai estar muito perto do G-4, então é ter tranquilidade — declarou.

Leia mais:
Para recuperar público nos estádios, clubes de SC têm desafio de implantar novas ações
Clubes de SC têm queda com planos de sócios e tentam melhorar a relação com associado
Recuperada a forma física, Jocinei está à disposição do Criciúma
Confira as últimas notícias do Criciúma
Acesse a tabela da Série B

Siga SantaEsporte no Twitter

  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteLíder Napoli vence Milan e pressiona Juventus https://t.co/iQVVfhIlH2 #LeiaNoSantahá 12 horas Retweet
  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteAtlético e Real empatam e Barcelona se isola ainda mais na liderança https://t.co/EQVln0oHFw #LeiaNoSantahá 12 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca