Trio fantástico do PSG faz a diferença e PSG goleia Celtic na Champions - Esportes - Santa

Versão mobile

Glasgow12/09/2017 | 18h05

Trio fantástico do PSG faz a diferença e PSG goleia Celtic na Champions

AFP
AFP

O estádio de Celtic Park, em Glasgow, foi palco para a estreia de Neymar e Kylian Mbappé com a camisa do Paris Saint-Germain na Liga dos Campeões e os dois jogadores mais caros da história do futebol não decepcionaram, marcando um gol cada na goleada por 5 a 0 sobre o Celtic, nesta terça-feira.

O brasileiro, que custou 222 milhões de euros aos cofres do clube parisiense, abriu o placar finalizando belo contra-ataque logos aos 18 minutos de jogo, anotando seu sexto gol na carreira contra o Celtic, seu adversário favorito na Liga dos Campeões.

Cinco minutos depois foi a vez de Mbappé deixar a sua marca com direito a assistência de Neymar. O jovem atacante francês, de apenas 18 anos e comprado junto ao Monaco há duas semanas por 180 milhões de euros, se tornou o mais novo jogador a marcar na Liga dos Campeões por dois clubes diferentes.

Em cinco partidas com o PSG em todas as competição, Neymar elevou seus impressionantes números para 5 gols e 4 assistências.

Para completar a bela noite do PSG, Edinson Cavani, integrante mais experiente do trio fantástico parisiense, deixou a sua marca duas vezes, em pênalti cobrado aos 38 e em 'peixinho' no ângulo, aos 40 do segundo tempo.

Cinco minutos antes de Cavani fechar a conta, num momento em que o PSG já controlava o resultado, o zagueiro sueco do Celtic Mikael Lustig marcou contra o 4º gol da equipe francesa.

Com o resultado, o PSG assumiu de cara a liderança do Grupo B da Champions com os mesmos três pontos, mas melhor saldo de gol do que a outra potência da chave, o Bayern de Munique, que estreou em casa vencendo o Anderlecht por 3 a 0.

Na próxima rodada, dia 27 de setembro, PSG e Bayern voltam a campo para se enfrentar em Paris num dos duelos mais esperados da fase de grupos da Champions. No mesmo dia, o Celtic visita o Anderlecht na Bélgica.

- Neymar dá início à festa -

Fazendo jus a seu milionário elenco e às enormes expectativas, o PSG dominou a partida assim que a bola começou a rolar. Na base de toques rápidos, os parisienses conseguiam escapar da adiantada marcação escocesa para acionar seu ataque dos sonhos.

No meio, Adrien Rabiot se destacava como motorzinho da equipe, distribuindo passes precisos para os lados e se entendendo muito bem com Marco Verratti.

O domínio da posse de bola foi aos poucos se transformando em chances claras de gol e, aos 15 minutos, o PSG chegou perto de abrir o placar.

No lance, Rabiot achou ótimo passe para o lateral Layvin Kurzawa, que escapou pela ponta esquerda e cruzou na medida para Cavani empurrar para as redes. O bandeirinha anulou o lance corretamente devido à posição irregular do uruguaio, que estava à frente da linha da bola na hora do passe.

Na segunda chegada de perigo do PSG, não houve como impedir a abertura do placar.

Aos 18, Rabiot roubou bola na defesa e acertou lançamento primoroso nas costas da zaga escocesa para Neymar. O brasileiro fez valer sua velocidade, deixou a marcação para trás e chutou por cima do goleiro.

O craque brasileiro, muito procurado pelos companheiros, queria mais e foi decisivo no segundo gol.

Aos 33, ele recebeu no meio de campo, driblou o marcador e abriu na ponta direita para Verratti, que cruzou. O próprio Neymar apareceu na segunda trave para ajeitar de cabeça para Cavani, mas o uruguaio furou. Por sorte, o PSG conta com um trio de matadores no ataque e Mbappé, terceiro e mais novo integrante do fantástico ataque parisiense, estava lá para conferir para o gol.

- Domínio e controle parisiense -

Cinco minutos depois o PSG ampliou. Kurzawa fez cruzamento da esquerda e o zagueiro Simunovic puxou Cavani na área. Pênalti que o próprio uruguaio finalizou com perfeição, dando a cada integrante do trio 'NCM' um gol antes do intervalo.

No segundo tempo, o panorama da partida não mudou. O Celtic ainda tentou assustar o goleiro Areola com chutes de fora da área e cruzamentos na área, mas o PSG aproveitava para se lançar ao ataque nas costas da marcação.

Neymar teve duas oportunidades claras de transformar a vitória em goleada, aparecendo na área para chutar de primeira, sem marcação, dois cruzamentos rasteiros, aos 20 e 25 minutos, mas mandou para fora.

Com isso, quem acabou marcando o quarto gol do PSG foi a própria zaga do Celtic com Lustig, que tentou cortar cruzamento do alemão Julian Draxler, mas mandou para as próprias redes.

Nos minutos, finais, quando o PSG se contentava em tocar a bola de um lado para o outro à espera do apito final, uma chance aparece para Cavani marcar seu segundo gol e ele não desperdiçou, acertando uma linda cabeçada no ângulo de 'peixinho',após cruzamento de Kurzawa.

* AFP

Siga SantaEsporte no Twitter

  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteCriciúma e Figueirense fazem o último jogo entre catarinenses no ano https://t.co/0BKFRmVTmB #LeiaNoSantahá 57 minutosRetweet
  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteJEC/Krona sofre segunda derrota seguida no Estadual de Futsal https://t.co/2HwrMmiQJ3 #LeiaNoSantahá 4 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros