Piqué é expulso, mas Barça vence Olympiacos e se aproxima das oitavas da Champions - Esportes - Santa

Versão mobile

 

Barcelona18/10/2017 | 18h57

Piqué é expulso, mas Barça vence Olympiacos e se aproxima das oitavas da Champions

AFP
AFP

Apesar de jogar com um a menos durante toda segunda etapa após expulsão de Gerard Piqué, o Barcelona venceu o Olympiacos por 3 a 1 nesta quarta-feira, pela terceira rodada da Liga dos Campeões, e manteve a liderança do grupo D com 100% de aproveitamento.

Nikolauo abriu o placar para o Barça, ao empurrar para as próprias redes, aos 18 minutos do primeiro tempo. Na segunda etapa, Lionel Messi ampliou de falta, aos 16, e Lucas Digne fez o terceiro, aos 19, enquanto Nikolau se redimiu e fez o gol de honra dos gregos, aos 45 minutos.

O time lidera a chave com nove pontos, enquanto a Juventus assumiu a segunda colocação com seis unidades. Os italianos venceram o Sporting em casa por 2 a 1.

O brasileiro Alex Sandro abriu o placar ao fazer contra, mas o bósnio Miralem Pjanic empatou cobrando falta. No fim do segundo tempo, o brasileiro Douglas Costa deu assistência para o croata Mario Mandzukic definir a vitória da Velha Senhora.

O Sporting é o terceiro colocado, com três pontos, enquanto os gregos estão na lanterna e ainda não fizeram pontos.

Foi o reencontro do time com a torcida depois do referendo independentista catalão, realizado no dia 1º de outubro. Em um Camp Nou esvaziado pela forte chuva que caiu na cidade, o Barcelona exibiu faixa de quase 50 metros com o lema "Diálogo, respeito e esporte", escrito em catalão ao lado do escudo do clube.

- Paulinho onipresente -

Contestado pela torcida no momento de sua contratação, o brasileiro Paulinho ganhou espaço na equipe com atuações consistentes e boa relação com Messi. O volante iniciou como titular na Liga dos Campeões pela primeira vez e apareceu muito bem durante o jogo.

Nos primeiros minutos, os catalães dominaram a posse de bola mas criaram pouco. O Barça chegou algumas vezes com pouca efetividade ofensiva e as melhores jogadas saíram pelo lado direito, com Gerard Deulofeu.

Numa delas, o atacante buscou cruzamento para a área e contou com o desvio do zagueiro Nikolauo, que abriu o placar aos 18 minutos após empurrar a bola para as próprias redes.

Aos 24, Paulinho mostrou porque merece uma vaga entre os 11 titulares. Assim como faz na seleção brasileira, o meia apareceu como elemento surpresa dentro da área, recebeu cruzamento e cabeceou no travessão do goleiro. Dois minutos antes, o volante já tinha balançado as redes, mas o lance de ataque foi invalidado por impedimento de Iniesta.

Pouco antes do fim do primeiro tempo, Deulofeu foi à linha de fundo mais uma vez pelo lado direito, chutou e o goleiro espalmou. Gerard Piqué completou para as redes, mas o lance foi invalidado por toque de mão voluntário do zagueiro. Como já tinha um amarelo, Piqué levou o segundo, foi expulso e deixou o Barça com 10 para a segunda etapa.

- 100 vezes Messi -

Com um a menos, o Barça voltou para o segundo tempo cadenciando o jogo e esperando o contra-ataque para tentar definir a partida.

Mesmo perdendo e com um jogador a mais, os gregos não mudaram a estratégia e continuaram se defendendo e procurando o contra-golpe.

Depois de poucas jogadas ofensivas de ambos os lados, Messi foi derrubado na meia lua em falta perigosa para o Barça. O próprio camisa 10 bateu com categoria para ampliar o resultado, aos 16 minutos.

O argentino chegou ao 100º gol em competições da Uefa, sendo 97 na Liga dos Campeões e 3 na Liga Europa.

Três minutos depois, o francês Lucas Digne fez o terceiro e praticamente definiu a vitória catalã. O lateral recebeu cruzamento rasteiro que atravessou toda a área, ajeitou o corpo e bateu cruzado.

Antes do apito final, Nikolau conseguiu se redimir do gol contra no início. O zagueiro subiu mais alto e cabeceou para as redes de Ter Stegen, aos 45 minutos. Mas já não restava tempo para uma reação.

Os dois times voltam a se enfrentar na próxima rodada, dia 31 de outubro. Desta vez, o Barcelona viaja à Grécia, onde o técnico Ernesto Valverde vai se reencontrar com o estádio onde conquistou três ligas e duas copas no comando do adversário Olympiacos.

* AFP

 
Jornal de Santa Catarina
Busca