Após brilhar na Champions, Willian busca ressurgir no Chelsea - Esportes - Santa

Versão mobile

Londres24/11/2017 | 13h32

Após brilhar na Champions, Willian busca ressurgir no Chelsea

AFP
AFP

Volta por cima ou boa fase passageira? Willian, atacante do Chelsea que virou segunda opção no Chelsea de Antonio Conte, reagiu na quarta-feira com uma grande atuação na Liga dos Campeões e tenta virar titular na equipe londrina, a menos de 7 meses para a Copa do Mundo.

Em Stamford Bridge, o desconforto com a situação de Willian é evidente há alguns meses, mas, infelizmente para o Qarabag, o brasileiro de 29 anos colocou suas frustrações na ponta da chuteira e foi o destaque do Chelsea na vitória por 4 a 0 pela Liga dos Campeões, sofrendo dois pênaltis e marcando dois gols.

"Fico feliz de ter marcado dois gols. Todos os jogadores precisam estar prontos para todos os jogos. Agora é preciso descansar e tentar ganhar outras partidas".

Willian mostrou controle e não desabafou, o que é bem visto por Antonio Conte. Resta ver se a performance contra a modesta equipe do Azerbaijão, que jogou com um jogador a menos por 69 minutos, será suficiente para que Willian ganhe uma vaga no time titular neste sábado no crucial duelo contra o Liverpool.

A relação entre Conte e Willian havia começado bem na chegada do italiano em Londres, em 2016. Mas, após a morte de sua mãe naquele mesmo ano, o nível do futebol do brasileiro caiu consideravelmente.

Ao fim da temporada 2016-17, quando o Chelsea comemorava o título de campeão inglês, Willian, titular indiscutível até então, estava se acostumando a ficar no banco, enquanto o espanhol Pedro ocupava seu lugar na ponta do ataque dos Blues.

As dificuldades defensivas da equipe naquela temporada, somadas às experiências táticas de Conte, impediram a Willian de recuperar seu lugar no 11 titular.

- Cobiçado por United e Milan -

O ex-jogador do Corinthians acabou se tornando vítima colateral da mudança do esquema 3-4-3 para o 3-5-2, no qual Conte preferiu escalar laterais pelos lados no lugar de pontas.

Com isso, Willian foi titular apenas 10 vezes nesta temporada, seis no Campeonato Inglês, anotando apenas um gol e duas assistências em 18 jogos, sem contar a grande atuação de quarta-feira.

Após se tornar dispensável, William, com contrato até 2020, parecia estar pronto para deixar Londres, num momento em que se viu cobiçado por Milan e Manchester United.

José Mourinho, que fez do brasileiro uma estrela quando treinou o Chelsea em 2013, parecia um bom parceiro para ajudar Willian a retomar a carreira no Manchester.

É preciso ver agora se Willian estará disposto a deixar o Chelsea pela porta de trás ou se pretende lutar para recuperar seu lugar no clube.

"É verdade que no 3-4-3 Pedro e ele (Willian) estão entre os melhores pontas com os quais joguei, mas o treinador já mudou o esquema várias vezes. A riqueza do elenco é um elemento crucial e o técnico vai claramente fazer rodízio nas partidas que vão se suceder entre janeiro e fevereiro", analisou o zagueiro do Chelsea Gary Cahill.

Caso Willian recupere a estima de seu técnico neste período, isso poderia servir a seus interesses na seleção brasileira a sete meses da Copa do Mundo. No Brasil, o atacante briga com Philippe Coutinho para ser um dos companheiros de ataque do intocável Neymar.

* AFP

Siga SantaEsporte no Twitter

  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteCentroavante Lima capota carro após treinamento do Hercílio Luz https://t.co/Dz0wSkqZDM #LeiaNoSantahá 41 minutosRetweet
  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteFigueirense/PREC é campeão do Mundial de CLubes de Fut-7 feminino https://t.co/0GnLTlpPoZ #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca