Augusto Ittner: Blumenau vai entrar na Justiça por título dos Jasc - Esportes - Santa

Versão mobile

Esportes17/11/2017 | 17h33Atualizada em 17/11/2017 | 17h33

Augusto Ittner: Blumenau vai entrar na Justiça por título dos Jasc

Situação na Justiça pode tirar o título de Itajaí

Augusto Ittner: Blumenau vai entrar na Justiça por título dos Jasc Nilton Wolff/O Goleador
Foto: Nilton Wolff / O Goleador

Os Jogos Abertos de Santa Catarina não acabaram. Na segunda-feira, a Fundação Municipal de Desportos (FMD) de Blumenau dará entrada em um processo junto ao Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-SC) para buscar a validação dos pontos do basquete feminino. O município – que ficou em segundo lugar – se vê prejudicado pela decisão da Fesporte de não contabilizar a pontuação da modalidade, o que mudaria todo o cenário da classificação geral: sete pontos à frente da delegação blumenauense, Itajaí perderia o primeiro lugar e, como consequência, o título caso os vice-campeões somem os 13 pontos. 

A FMD já havia entregue um mandado de garantia à Comissão Disciplinar durante os Jasc, porém a organização entendeu que o documento chegou após o prazo legal – o que também é questionado pelo advogado de Blumenau, Daniel Barbosa Bittencourt.

Todo esse embaraço foi causado porque o torneio do basquete feminino dos Jasc teve apenas sete times. Com esse número, o esporte passa a não ter qualquer influência sobre a classificação geral das competições. O detalhe é que na reunião do conselho técnico oito cidades – número mínimo para valer os pontos – demonstraram interesse e confirmaram presença. Um dia antes dos Jogos, porém, Porto União disse que não entraria em quadra. Conforme Bittencourt, a desistência de um município de participar dos Jasc não é algo previsto no Código de Justiça Desportiva de Santa Catarina, o que a Fesporte teria que ter levado em conta. A FMD entende que as partidas deveriam ter se tornado WO e é isso que os blumenauenses creem que será levado em conta pelo TJD.

::: Leia mais informações do colunista Augusto Ittner

Até a última instância

Bittencourt disse que houve uma “violação às regras do jogo” e imagina que o julgamento já ocorra durante a próxima semana. Caso o conselho do TJD-SC mantenha a decisão e não valide os 13 pontos para Blumenau, o advogado afirma que irá acionar o Pleno do Tribunal – uma outra instância no processo, mas ainda dentro da Justiça Desportiva. Se mesmo assim o parecer for mantido, o município não descarta a possibilidade de impetrar um mandado de segurança e acionar a Justiça Comum. É algo considerado complexo, mas possível, tamanha a crença de que há embasamento suficiente para que, nos tribunais, a cidade conquiste o 41º títulos dos Jogos Abertos.

Jornal de Santa Catarina
Busca