Augusto Ittner: Metrô dá início a ações para chegar à marca de mil sócios em 2018 - Esportes - Santa

Versão mobile

Futebol13/11/2017 | 11h22Atualizada em 13/11/2017 | 11h22

Augusto Ittner: Metrô dá início a ações para chegar à marca de mil sócios em 2018

Detalhes serão divulgados pelo presidente Saulo Raitz até o fim deste mês

 

CT Romeu Georg, brasão Metropolitano, Blumenau
Foto: Patrick Rodrigues / Agencia RBS

Considerada por muitos clubes como essencial para a formação do elenco profissional, a receita que vem do quadro de sócios já se tornou algo fundamental no Brasil. Consolidar esses números e fidelizar o torcedor que desembolsa valores mensalmente é um dos motes de Saulo Raitz, novo presidente do Metropolitano

Com menos de 100 adimplentes hoje, o Verdão de Blumenau não tem como depender desses valores nem mesmo para a manutenção do dia a dia e isso precisa ser revertido em um curto espaço de tempo para dar segurança à diretoria durante a Série B do Catarinense.

Saulo vai implantar algo que não é uma grande novidade, está longe de ser a tecnologia mais inovadora dos tempos modernos, mas que facilita a garantia do recebimento de valores: o cartão de crédito. Como o calendário do Metrô é curto – e será menor ainda no ano que vem –, o presidente quer buscar formas de evitar a evasão de sócios

Com uma simples "maquininha", o bom e velho "crédito ou débito?" fará parte do cotidiano a partir do mês que vem. O PagSeguro, que facilita transações eletrônicas e desburocratiza o serviço, é outra proposta que o clube quer implantar.

A meta inicialmente é voltar à marca de 1 mil associados, que o Metropolitano chegou a alcançar em meados de 2012. Novos planos serão oferecidos e os valores provavelmente vão ser reduzidos, já que o novo presidente entende que a Segunda Divisão é, obviamente, menos atrativa. 

Se isso se confirmar, o potencial é de uma receita próximo de R$ 35 mil por mês, o que para um clube como o Metrô gera impacto. Esse valor somado à receita com patrocínios é capaz de formar um elenco profissional sólido na busca pelo acesso à elite.

Jornal de Santa Catarina
Busca