Avaí se inspira em Vitória e Atlético-GO para tentar surpreender Corinthians - Esportes - Santa

Versão mobile

Série A11/11/2017 | 08h00Atualizada em 11/11/2017 | 08h00

Avaí se inspira em Vitória e Atlético-GO para tentar surpreender Corinthians

Leão precisa colocar o seu nome nesta lista de azarões na casa do Timão para seguir com chances reais de brigar contra o rebaixamento

Avaí se inspira em Vitória e Atlético-GO para tentar surpreender Corinthians Artes DC/Artes DC
Foto: Artes DC / Artes DC

O Avaí tem a missão de repetir neste sábado o que somente duas equipes conseguiram na Série A: superar o Corinthians na casa do time paulista. Os improváveis tropeços do Timão aconteceram diante de Vitória e Atlético-GO. E o Leão precisa colocar o seu nome nesta lista de azarões para seguir com chances reais de brigar contra o rebaixamento. A partida na Arena alvinegra está marcada para as 19h.

A equipe comandada por Claudinei Oliveira precisa se inspirar nas atuações dos rubro-negros de Bahia e Goiás. E o que esses exemplos ensinam é que, para vencer o Timão lá, é preciso saber sofrer. Tanto Vitória quanto Atlético-GO estavam em situações semelhantes à do Avaí: o primeiro ocupava a 19ª colocação à época, e o segundo estava na lanterna.

Os números mostram que nas duas partidas o Corinthians dominou as ações ofensivas: teve amplo percentual da posse de bola, trocou mais passes e finalizou mais vezes. Mas os visitantes foram cirúrgicos: tiveram mais desarmes e souberam aproveitar as poucas chances.

Judson defende trabalho de Claudinei no Avaí e quer mostrar que permanência é possível

— Eu não sei se tem receita, mas, acima de tudo, você tem que estar equilibrado em campo, com organização tática e estudar o Corinthians. Jogamos com a proposta de não jogar por dentro, jogar por fora porque o Corinthians está armado para isso. Quanto menos você erra, mais você tira o Corinthians do jogo dele. A proposta que nós tínhamos era causar algum desconforto — destacou o técnico Vagner Mancini após o Vitória superar o Timão por 1 a 0.

Novamente por 1 a 0, o Corinthians somou a segunda derrota em seus domínios contra o Dragão. E o treinador João Paulo Sanches deu a receita.

— No segundo tempo nós não conseguimos ficar com a bola. Nós fomos amassados, só que nossa proposta defensiva foi muito forte. A entrega de todos foi muito grande e merecemos a vitória — frisou.

Três pontos atrás do Vitória, primeiro fora do Z-4, o Leão precisa do resultado positivo para não ver a situação ficar mais difícil. O Avaí soma cinco vitórias longe de casa, e precisa de mais uma para renovar as esperanças.

Ficha técnica

Corinthians: Caíque França; Fágner, Pablo, Balbuena e Guilherme Arana; Gabriel, Jadson, Maycon e Rodriguinho; Romero e Kazim. Técnico: Fábio Carille.
Avaí: Douglas; Maicon (Leandro Silva), Betão, Alemão e João Paulo; Judson, Simião e Marquinhos; Luanzinho, Romulo e Junior Dutra. Técnico: Claudinei Oliveira.
Arbitragem: Dewson Freitas da Silva, auxiliado por Helcio Neves e Jose Ricardo Coimbra (trio do PA).
Local: Arena Corinthians, em São Paulo.

Leia mais notícias sobre o Avaí
Confira a tabela da
Série A do Brasileiro


Jornal de Santa Catarina
Busca