Croácia e Suíça vencem e se aproximam da Copa da Rússia - Esportes - Santa

Versão mobile

Zagreb09/11/2017 | 20h11

Croácia e Suíça vencem e se aproximam da Copa da Rússia

AFP
AFP

A seleção da Croácia impôs seu favoritismo diante da Grécia, goleando por 4 a 1 em casa, nesta quinta-feira na partida de ida da repescagem europeia, e se aproximou da Copa do Mundo da Rússia-2018, assim como a Suíça, que venceu a Irlanda do Norte (1-0).

O meia do Real Madrid e capitão da Croácia Luka Modric foi responsável pelo primeiro gol da partida em Zagreb, em cobrança de pênalti aos 13 minutos, e Nikola Kalinic ampliou seis minutos depois, finalizando com um toque sutil um cruzamento rasteiro.

A Grécia, apática até então em campo, deu impressão de que reagiria aos 30 minutos, quando o zagueiro e capitão Sokratic diminuiu o prejuízo de cabeça, após cobrança de escanteio.

Mas a Croácia não diminuiu o ritmo e marcou o terceiro gol aos 33. No lance, o meia Ivan Perisic, da Inter de Milão, cabeceou para as redes um belo cruzamento de Visaljko.

No segundo tempo, o tiro de misericórdia croata aconteceu aos 5 minutos e contou com a colaboração da defesa grega. Tzavellas tentou ajeitar de peito para o goleiro Karnezis um lançamento de Modric, mas a bola ficou curta e Andrej Kramaric apareceu para fuzilar as redes.

Com a enorme vantagem construída, a Croácia viajará a Pireu para enfrentar no domingo o ímpeto da torcida grega no jogo de volta, enquanto a Grécia, que mostrou diversos problemas defensivos e a habitual falta de criatividade no ataque, jogará suas últimas fichas para lutar por uma improvável vaga na Copa do Mundo da Rússia.

- Polêmicas e vitória suíça -

Na outra partida da repescagem europeia disputada nesta terça, a Suíça sofreu para superar a bem armada Irlanda do Norte, mas venceu por 1 a 0 em Belfast, graças ao gol de pênalti de Ricardo Rodríguez.

A Suíça, presente nos últimos três Mundiais, deu um grande passo rumo à Rússia, mas o pênalti marcado por uma suposta mão na bola do zagueiro Corry Evans causou indignação entre os jogadores norte-irlandeses.

O lance foi a segunda jogada polêmica da partida, depois que o zagueiro suíço Fabian Schar escapou de um cartão por uma entrada duríssima em Stuart Dallas.

Apesar das polêmicas, a Suíça teve o controle da partida e criou as melhores chances de marcar, entre elas um chute de dentro da área do atacante Haris Seferovic que passou raspando pela trave do gol da Irlanda do Norte.

A partida de volta, também marcada para este domingo, será disputada na Basileia e os suíços terão a vantagem do empate para ficar com a vaga.

* AFP

Jornal de Santa Catarina
Busca