José Sand e Luan: duelo de artilheiros que pode definir Libertadores - Esportes - Santa

Versão mobile

Buenos Aires28/11/2017 | 19h17

José Sand e Luan: duelo de artilheiros que pode definir Libertadores

AFP
AFP

José Sand e Luan, responsáveis por empurrar a bola para as redes no Lanús e no Grêmio, são as principais apostas das equipes para a final da Copa Libertadores 2017: o primeiro quer o prêmio máximo no fim da carreira, enquanto o segundo busca o título para afirmar sua maturidade.

Para 'Pepe' Sand, ajudar o time de bairro do sul de Buenos Aires a levantar o torneio continental pela primeira vez seria a coroação de uma longa carreira de 15 anos, com 237 marcados.

Mas foi em Lanús onde fez as melhores atuações dentre os 16 clubes que defendeu em cinco países diferentes: Argentina, Brasil, Emirados Árabes, México e Espanha.

Com uma primeira passagem no Lanús, entre 2007 e 2009, e a atual desde 2016, Sand está perto de pendurar as chuteiras. A melhor maneira para se despedir seria levantando a Libertadores com o "granate". O atacante é o artilheiro da competição com oito gols.

"A final está aberta e obviamente precisamos de pelo menos um gol. Eles demonstraram ser um time duro, mas nós também somos", indicou Sand após a derrota por 1 a 0 em Porto Alegre, já de olho na partida de volta.

- A grande revelação -

Luan, de 24 anos, é o oposto de Sand. Mas o jovem atacante sonha com o mesmo objetivo: levantar a Copa Libertadores.

"Luan é a grande revelação do Grêmio pelo menos desta década. Ganhando a Libertadores, poderia se considerar a maior que vimos neste século", avaliou o jornalista e escritor gaúcho Léo Gerchmann. O último grande talento formado na equipe foi Ronaldinho, na década de 1990.

Jogador queridinho do Brasileirão, Luan chega ao estádio La Fortaleza após viver a temporada mais completa de sua carreira. Atacante habilidoso e com boa leitura de jogo, o técnico Renato Gaúcho recuou o camisa 7 para torná-lo o grande catalisador do ataque gremista.

A aposta deu certo e o jovem é o artilheiro do time na Libertadores, com sete gols. O jogador foi o dono do jogo contra o Barcelona de Guayaquil, na semifinal, ao marcar dois gols e garantir o Imortal na decisão da Libertadores.

A grande torcida gremista mentém toda sua confiança em sua joia mais recente, que estreou com a seleção brasileira de Tite. Até o técnico do rival Corinthians, Fábio Carille, não titubeou em indicá-lo como melhor jogador do Brasileirão.

Campeão olímpico no Rio-2016, o crescimento de Luan chamou a atenção de vários clubes europeus, que já tentaram sua contratação na última janela de transferências. Mas após meses de angústia e rumores em Porto Alegre, o atacante acabou assinando a renovação de seu contrato até 2020.

Antes de uma saída que muitos veem como questão de tempo, o jovem quer levantar o tricampeonato da Libertadores do Grêmio, repetindo a lenda de outro camisa 7 tricolor: o agora técnico Renato Gaúcho, um dos heróis do primeiro título em 1983.

* AFP

Siga SantaEsporte no Twitter

  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteJuve assume vice-líderança com vitória sobre o Bologna https://t.co/QOrOWosZEo #LeiaNoSantahá 12 minutosRetweet
  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteUnited vence West Brom e segue a 11 pontos do líder City https://t.co/6Nz49zAkgR #LeiaNoSantahá 22 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca