Sorteios da Copa do Mundo guardam histórias para relembrar - Esportes - Santa

Versão mobile

Moscou30/11/2017 | 17h22

Sorteios da Copa do Mundo guardam histórias para relembrar

AFP
AFP

Das mãos do inocente neto de Jules Rimet, em 1938, à homenagem a Nelson Mandela no Brasil, em 2014, os sorteios da Copa do Mundo têm uma história rica em histórias e momentos para guardar na memória.

- 1930 (Uruguai):

A primeira edição do torneio foi feita por meio de convite, com 13 países. O sorteio foi efeito após a chegada de todos os times, a três dias do início da competição.

- 1938 (França):

Em um salão do Ministério de Relações Exteriores da França, em Paris, uma criança sobe na mesa para tirar os nomes dos times de dentro de uma grande jarra transparente. A "mão inocente" era do neto de Jules Rimet, presidente da Fifa e criador da Copa do Mundo, e que segura o vaso para ajudar o garoto.

- 1966 (Inglaterra):

Antes desse Mundial, organizado pela primeira vez no país que inventou o futebol, o sorteio fez história ao ser transmitido pela primeira vez pela televisão, desde o Royal Garden Hotel de Londres.

- 1974 (Alemanha Ocidental):

Desta vez, a "mão inocente" foi de um jovem de 11 anos integrante de um coro de Berlim. O azar colocou a Alemanha Ocidental e a Alemanha Oriental no mesmo grupo. O país estava dividido e o sorteio caiu como uma bomba geopolítica.

- 1982 (Espanha):

No Palácio de Congressos de Madri, as bolas se dividiram em uma espécie de simulador de máquina de lavar que ia misturando os nomes. Houve um problema mecânico com uma delas e isso criou problemas para a realização do sorteio, sendo dominado pelo caos. Foi quando a Fifa decidiu voltar aos sorteios manuais.

- 1989 (Itália, 1990):

O sorteio de Roma teve um antes e depois. Foi realizado pelo então secretário geral da Fifa, Joseph Blatter, ao lado da atriz Sophia Loren. "Também estavam Pavarotti, Rummenigge, Bobby Moore, Pelé, Platini. Foi o primeiro dos grandes shows", destacou David Ausseil, responsável pelo departamento de filmes da Fifa, durante sorteio da Copa de 2014 No Brasil.

- 1993 (Estados Unidos, 1994):

O espetáculo fica ainda maior. O Centro de Convenções de Nevada, em Las Vegas, se encheu com 4.500 pessoas para um sorteio-show com atuação do cantor americano James Brown.

- 1997 (França, 1998):

Um jogo de gala entre uma seleção da Europa e outra do resto do mundo, com vitória por 2 a 0 para os europeus, foi realizado no estádio Velodrome de Marselha. Foram 32 jogadores, um para cada país classificado, entre eles Ronaldo (Brasil) e Zinedine Zidane (França), que depois se enfrentaram na final.

- 2005 (Alemanha, 2006):

Os organizadores levaram personalidades como Pelé, Lothar Matthäus, Roger Milla e Johan Cruyff até Leipzig, para um sorteio que teve a modelo Heidi Klum como mestre de cerimônias. A audiência da televisão bateu recordes, com 300 milhões de pessoas acompanhando o sorteio em quase 150 países.

- 2009 (África do Sul, 2010):

Na Cidade do Cabo, a atriz Charlize Theron ajudou Jérôme Valcke, então secretário geral da Fifa, a realizar o sorteio. A estrela do cinema sul-africano brincou no teste final ao gritar "Irlanda" em vez de "França", surpreendendo a todos. "Foi só uma piada", explicou Valcke.

O motivo da brincadeira foi a eliminação dos irlandeses na repescagem contra os franceses, graças a um gol que Thierry Henry marcou ao matar a bola com a mão.

- 2013 (Brasil, 2014):

O sorteio foi realizado na Costa do Sauípe e teve momentos para homenagear o ícone da luta contra o apartheid, Nelson Mandela, morto na véspera. O discurso da presidenta Dilma Rousseff anunciou a chegada da "Copa das Copas". O sorteio foi caprichosos e deixou Espanha e Holanda, finalistas da edição anterior, no mesmo grupo da primeira fase.

* AFP

Jornal de Santa Catarina
Busca