Técnico do Avaí diz que é preciso criar clima favorável em casa para vencer o Bahia - Esportes - Santa

Versão mobile

Série A05/11/2017 | 09h30Atualizada em 05/11/2017 | 09h30

Técnico do Avaí diz que é preciso criar clima favorável em casa para vencer o Bahia

Derrotado por 4 a 0 no Couto Pereira, Claudinei cita a mobilização da torcida do Coritiba como exemplo a ser seguido pelos azurras

Técnico do Avaí diz que é preciso criar clima favorável em casa para vencer o Bahia Cristiano Estrela/Agencia RBS
Técnico do Avaí, Claudinei Oliveira destaca méritos do Coritiba na derrota por 4 a 0 Foto: Cristiano Estrela / Agencia RBS

Nada de jogar a toalha. O Avaí ainda tem seis jogos pela frente na Série A do Campeonato Brasileiro e, para o técnico Claudinei Oliveira, é precisa acreditar na permanência na elite nacional. Depois da goleada sofrida na noite deste sábado para o Coritiba por 4 a 0, no Estádio Couto Pereira, o treinador lembrou da torcida azurra e da força da Ressacada para escapar do rebaixamento. 

— A gente não fez jogo pra perder por 4 a 0. Fizemos cinco faltas, muito pouco pra um jogo decisivo. Temos que conservar com os atletas. São jogos decisivos e você tem que parar a jogada. Tem que dar méritos ao Coritiba que venceu, acho que torcida criou situação favorável aqui. Temos que criar esse clima favorável em casa também. Vamos esperar jogos de amanhã (domingo) pra ver situação que a gente vai estar — disse o treinador na coletiva de imprensa após a partida deste sábado. 

Claudinei ressaltou que o grupo do Avaí já mostrou que consegue reagir em situações adversas. Ele lembrou da Série B no ano passado, quando a equipe surpreendeu os adversários, conquistou vitórias importantes e o acesso à elite. 

— Espero que a gente consiga sair lá do fundo do poço e consiga pontos pra tirar o Avaí do rebaixamento. Temos que acreditar, temos seis jogos pra fazer, três em casa e três fora. Criar atmosfera como essa aqui na nossa casa, pra que a gente tenha condições de ganhar, e temos que buscar bons resultados fora de casa. Temos que evoluir, nos últimos três jogos vínhamos de boas atuações. Hoje (sábado) infelizmente não fomos felizes. Acho até que não fomos mal no primeiro tempo, mas aí, no segundo, o atleta não tem aquela paciência, olha o tempo passar e não consegue o gol. A gente pede que não aconteça, mas acontece — lamenta o técnico. 

O próximo compromisso do Avaí é contra o Bahia, às 19h30min de quarta-feira, na Ressacada.

Leia mais notícias sobre o Avaí
Acesse a tabela da
Série A do Brasileirão

Siga SantaEsporte no Twitter

  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteInvestidores do Figueirense vão processar Alex Bourgeois, ex-CEO https://t.co/S5xnb4RRe1 #LeiaNoSantahá 7 minutosRetweet
  • SantaEsporte

    SantaEsporte

    SantaEsporteFigueirense acerta a renovação de Zé Antônio, Jorge Henrique, João Paulo e André Luís https://t.co/zYkaFmOgK5 #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca