A primeira batalha: Blumenau Futsal enfrenta Mafra pela decisão da Copa SC - Esportes - Santa

Versão mobile

Bola pesada06/12/2017 | 10h57Atualizada em 06/12/2017 | 10h57

A primeira batalha: Blumenau Futsal enfrenta Mafra pela decisão da Copa SC

Jogo será na noite desta quarta-feira no Ginásio Wilson Bruch, no Planalto Norte

A primeira batalha: Blumenau Futsal enfrenta Mafra pela decisão da Copa SC Sidnei Batista/Divulgação
Foto: Sidnei Batista / Divulgação

A temporada do futsal em Santa Catarina está acabando. Muitos clubes que disputaram a Liga Nacional já estão em férias e outros quatro – Concórdia, Tubarão, Joinville e Jaraguá – duelam pelas semifinais do Campeonato Catarinense. Mas outros dois times, em especial, disputarão hoje a primeira partida da final de uma competição secundária no Estado, mas importante àqueles que almejam a consolidação: a Copa Santa Catarina. Com as duas melhores campanhas na primeira fase, Blumenau e Mafra entram em quadra hoje, às 20h30min, para o jogo de ida da decisão. O confronto será no Ginásio Wilson Bruch, no Planalto Norte.

De um lado, os blumenauenses vêm de dois jogos teoricamente tranquilos contra o JEC/Krona na semifinal. Focado na decisão da Liga Nacional, o adversário poupou os principais jogadores e foi à quadra com o time Sub-20, o que tornou a situação mais fácil para os comandados do técnico Alexandre Melo, o Xande. Do outro, os mafrenses tiveram vida dura em um jogo de fortes emoções contra São Lourenço do Oeste. O time perdeu o primeiro jogo por 4 a 3 e, diante do torcedor, buscou a reação e garantiu o triunfo por 4 a 2, o que o colocou na decisão.

Com atletas recuperados de problemas musculares, o técnico Xande terá força total para o jogo de hoje à noite. Trazer a vantagem para a volta é a cereja do bolo, mas o principal objetivo é ter uma boa atuação.

– Temos que enfrentar o jogo durante todos os 40 minutos contra Mafra. Defender bem é o que nos garante uma boa performance. O que não podemos é entregar o gol, como aconteceu contra Concórdia (pelo Campeonato Catarinense). Esse jogo será de detalhes – avalia Xande.

Uma das dificuldades de Blumenau vem da arquibancada. Próximos do time e sempre em bom número, torcedores de Mafra fazem do Ginásio Wilson Bruch um pequeno caldeirão. Neste ano, as duas equipes já se enfrentaram quatro vezes, duas delas bem difíceis, no Norte do Estado: uma derrota por 4 a 1 pelo Estadual e um empate em 2 a 2 pela Copa SC.

Em compensação, quando jogam no Ginásio Galegão, os blumenauenses conseguem reverter. Vitória por 5 a 1 no Catarinense e outro empate em 1 a 1 pela Copinha. O que fazer para reverter esse histórico fora de casa? Para Xande, obediência é importante.

– Principalmente defensiva. Outra coisa que fará a diferença é a coragem para às vezes ir para o drible, ou jogar com o Ivan (goleiro de Blumenau que atua avançado). Temos que ter estratégia, saber jogar lá e ter a reação certa no momento certo – finaliza o treinador blumenauense.

 BLUMENAU EM REUNIÃO
DA LIGA NACIONAL

 O presidente do Blumenau Futsal, Marcelo Weber, já admitiu que o interesse de disputar a Liga Nacional existe, mas não para o ano que vem, e sim para 2019. Mesmo assim, o clube participou no início da semana de uma reunião com os times que estiveram na elite brasileira.

O encontro ocorreu em Joinville, e o principal objetivo foi conhecer a organização das equipes e trocar conhecimento. Representado pelo coordenador e auxiliar técnico Alexandre Jahn, o Blumenau deu início aos contatos de olho em uma possível vaga na Liga daqui a dois anos.

Jornal de Santa Catarina
Busca