Tubarão é campeão da Copa SC após empatar com o Brusque - Esportes - Santa

Versão mobile

Futebol catarinense03/12/2017 | 18h56Atualizada em 03/12/2017 | 22h16

Tubarão é campeão da Copa SC após empatar com o Brusque

Mesmo com o 1 a 1 no Domingos Gonzales, Peixe fatura o título pela vitória no jogo de ida

Tubarão é campeão da Copa SC após empatar com o Brusque Comunicação CA Tubarão/Comunicação CA Tubarão
Jogadores comemoram com a taça da Copa SC Foto: Comunicação CA Tubarão / Comunicação CA Tubarão

Com a vantagem do empate, o Atlético Tubarão fez 1 a 1 com o Brusque e conquistou o primeiro título da Copa SC. O torcedor lotou o Estádio Domingos Silveira Gonzales, para ver o Peixe garantir a taça e a vaga na Copa do Brasil do ano que vem. Índio abriu ao placar com pouco mais de um minuto de jogo, Aldair empatou para o visitante no segundo tempo, mas quem fez festa foram os donos da casa, diante de pouco mais de dois mil torcedores.

Mesmo com a vantagem do empate, o Peixe quis mostrar quem manda no Domingos Silveira Gonzales, e com menos de dois minutos de jogo, abriu o placar. Alex Nemetz tocou no capricho para Indio, que avançou em velocidade pela direita e chutou cruzado, sem chance para Dida. O visitante chegou aos seis minutos e de novo aos nove, mas na vontade de ganhar a jogada, o juiz parou as duas jogadas com falta a favor do Peixe. Alex Nemetz respondeu em seguida, e no chute cruzado, a bola passou raspando na trave direita.

Depois que fez o gol, o Tubarão deu mais espaço, e apostou nas jogadas de contra-ataque. O Bruscão tentou aproveitar o jogo mais aberto, mas os zagueiros Borges e Lucas Costa estavam atentos. Aos 18, Jean Dias teve boa chance na cobrança de falta pela direita. Ele tirou a bola da barreira e deu trabalho para Gabriel, que fez a defesa em dois tempos, no canto esquerdo do goleiro. Edu, Aldair e Gustavo Xuxa tiveram mais algumas chances, mas o Peixe foi para o intervalo com a vantagem no placar.

O primeiro lance de perigo, com alguns segundos da etapa final, foi do visitante. Aldair entrou na área mas Gabriel segurou firme. O Brusque continuou criando e aos 10 minutos, Aldair balançou a rede para empatar a partida. Aos 21, Jean Dias mandou com veneno no canto alto esquerdo de Gabriel, que espalmou. Na resposta do Peixe, Eurico matou a jogada com falta, levou o segundo amarelo e foi expulso. Aos 27, Dida fez milagre depois do três chutes fulminantes do Tubarão dentro da área. Os dois times ainda criaram chances para desempatar a partida, mas o placar igual garantiu o título para o Peixe. 

FICHA TÉCNICA

Atlético Tubarão
Gabriel; Wesley (Everton Dias), Jailton, Lucas Costa e Borges; Liel, Leandro Canhoto (Diego Higino), Alex Nemetz e Parrudo; Índio e Luan (Romarinho). Técnico: Waguinho Dias

Brusque
Didia; Carlos Alberto, Eurico, Alysson (Carlos Magno) e Ronael; Ruan, Gustavo Xuxa, Adãozinho e Jean Dias; Edu e Aldair. Técnico: Picoli

Gols: índio, do Tubarão, a um minuto do primeiro tempo. Aldair, do Brusque, aos 10 do segundo tempo.
Cartões amarelos: Eurico, Alysson, do Brusque. Luan, Wesley, Alex Nemetz, do Tubarão.
Cartão vermelho: Eurico, do Brusque
Arbitragem: Rodrigo D'Alonso Ferreira, auxiliado por Alex dos Santos e Johnny Barros de Oliveira
Público: 2.017
Renda: R$ 43.180
Local: Estádio Domingos Gonzales

Confira outras notícias sobre esportes

Jornal de Santa Catarina
Busca