Itália não define técnico antes de junho - Esportes - Santa

Versão mobile

 

Roma10/01/2018 | 13h30

Itália não define técnico antes de junho

AFP
AFP

O presidente interino da Federação Italiana (FIGC), Carlo Tavecchio, declarou nesta quarta-feira que o cargo de treinador da Itália não vai ser preenchido antes de junho, apesar de estar vazio desde a não classificação da Azzurra para a Copa do Mundo.

A queda na repescagem contra a Suécia valeu a demissão de Giampiero Ventura, em novembro de 2017.

Roberto Mancini (Zenit), Antonio Conte (Chelsea), e Carlo Ancelotti (ex-Bayern de Munique) são os favoritos para assumir o comando da seleção tetracampeã do mundo.

"Eu não vou escolher o próximo treinador", declarou o dirigente. "Ainda assim, posso dizer que os melhores têm contrato até junho, o que vai dificultar a nomeação de um técnico antes deste período", acrescentou Tavecchio.

Até agora, os próximos adversários da Azzurra vão ser Inglaterra e Argentina, dias 23 e 27 de março, respectivamente. Luigi Di Biagio, comandante do time sub-21 desde 2013, vai assumir a equipe provisoriamente, precisou Damiano Tommasi, candidato a assumir a presidência da Federação.

O ex-meia da Roma, de 43 anos, dirige a associação de jogadores profissionais.

Tavecchio apresentou sua renúncia no comando da FIGC, após o fracasso da seleção italiana ao não conseguir uma vaga na Copa do Mundo da Rússia. Ainda assim, o dirigente vai ocupar o cargo de presidente interino até o dia 29 de janeiro, quando serão realizadas eleições para definir seu sucessor.

* AFP

Jornal de Santa Catarina
Busca